Skip to Content

About: ledfm

Recent Posts by ledfm

Fãs de Pink Floyd são detidos ao se reunirem para ouvir clássicos da banda durante a quarentena

A Polícia de Nova Jersey repreendeu o grupo de 30 pessoas – que não gostou e discutiu com os policiais.

A polícia de Nova Jersey alegou que foi atacada verbalmente ao tentar terminar uma festa de rua envolvendo cerca de 30 fãs do Pink Floyd no último fim de semana. Há uma medida no estado devido à pandemia de coronavírus, que não permite aglomeração de pessoas.

O Departamento de Polícia foi chamado para uma casa no sábado, 4, onde encontraram duas pessoas com guitarras, microfones e amplificadores em uma reunião de um público de “40-50 anos” – que estavam no gramado em frente à casa e no meio da rua – com uma seleção de clássicos acústicos do Pink Floyd.

Ao tentar dispersar a multidão, foram recebidos com gritos de “Fod*-se a polícia” e “Bem-vindo à Alemanha nazista”. Mais tarde, o Departamento de Rumson emitiu um comunicado: “Como diz o velho ditado, no meio de todo esse caos, a banda ainda tocava, ou seja, até serem aconselhados no meio do clássico de 1975, “Wish You Were Here“, que eles tinham que parar o show.”

“Infelizmente, tenho certeza de que todos desejamos estar aqui, e o Departamento de Polícia de Rumson não gosta de estragar a diversão de ninguém. No entanto, todos temos a responsabilidade de levar a sério essa pandemia e aderir ao requisito de distanciamento social. Também precisamos ser um bom modelo para nossos filhos e ser gentis e compreensivos durante esses tempos complicados”, disse a Polícia.

“Por favor, use esse incidente como uma experiência de aprendizado para todos. Se tivermos que responder a outro evento como esse, usaremos uma abordagem de tolerância zero e todos os envolvidos serão acusados ​​de conduta desordenada. Estamos juntos nisso e precisamos fazer escolhas inteligentes”, concluíram.

O chefe de polícia Scott Paterson relatou mais tarde que o assunto está agora sob investigação do Departamento de Rumson e as acusações estão pendentes. Até o momento, Nova Jersey registrou 37.505 testes positivos para o coronavírus, enquanto 917 pessoas morreram devido ao Covid-19.

Whitesnake Lança Clipe De Sail Away; Confira Aqui

O Whitesnake lançou o o clipe de Sail Away; faixa do disco The Purple Album, lançado em 2015, que, como o título já indica, traz músicas do Deep Purple da época em que David Coverdale era o vocalista, período que foi de 1973 a 1976, rendendo os álbuns Burn, Stormbringer e Come Taste the Band.

Confira o vídeo de Sail Away no player abaixo:

“Nós apenas queríamos tocar as malditas músicas. Cada membro da banda trouxe seus incríveis talentos individuais e uma verdadeira identidade de banda para essas músicas. Todos fizemos o melhor possível com esse projeto em relação à música e ao legado do Deep Purple MKIII e MKIV”, explicou Coverdale.

Já o mais recente álbum de estúdio da banda, Flesh & Blood, foi lançado em maio do ano passado (2019) via Frontiers Music Srl.

Vendas on-line de músicas de Bill Withers registram aumento de 7.000% após sua morte

Após o anúncio da morte de Bill Withers em 3 de abril (a data de seu falecimento é 30 de março), a procura pelo catálogo do cantor ganharam números estratosféricos, de acordo com relatórios iniciais da Nielsen Music / MRC Data, publicados nesta quarta-feira (08) pela Billboard.No geral, suas músicas registraram 22,1 milhões de streams sob demanda (áudio e vídeo combinados) nos EUA no período de 3 a 5 de abril. Esse volume representa um aumento de 780% em comparação aos 2,5 milhões de 31 de março a 2 de abril.

Coletivamente, as músicas de Withers venderam 83.000 downloads nos EUA no período de 3 a 5 de abril, um ganho de 7.159% em comparação com as 1.000 faixas vendidas por ele entre 31 de março e 2 de abril.

Um dos maiores sucessos do cantor, “Lean On Me”, foi a faixa que mais ouvida nas plataformas de streaming após a sua morte, com 4,1 milhões de plays (729% acima dos 496.000).

O single de 1972 escrito, produzido e interpretado por Bill Withers, foi sua única música a atingir o top 1 na parada Billboard Hot 100, liderando a listagem por três semanas naquele ano.

nulo
CONSULTE MAIS INFORMAÇÃO
Forever No. 1: Bill Withers ” Lean on Me ”
“Lean On Me” é uma das poucas músicas que alcançou o número 1 de vários artistas. Mais tarde, ele foi revivido pelo Club Nouveau em 1987, que liderou o Hot 100 por duas semanas com a capa da faixa.

A segunda música mais tocada de Withers nos dias após sua morte foi “Lovely Day”, que foi originalmente um hit nº 30 do Hot 100 para Withers em 1978. “Lovely Day” gerou 3,1 milhões de transmissões (um aumento de 628% em relação a 431.000).

Outras músicas reativas de seu catálogo incluem “Ain’t No Sunshine” (2,7 milhões; aumento de 389% em relação a 559.000), “Use Me” (1,5 milhão; aumento de 842% em relação a 156.000) e “Just the Two of Us” (com Grover Washington, Jr., 1,4 milhão; um aumento de 119% em relação aos 657.000).

Coletivamente, as músicas gerais de Withers venderam 83.000 downloads nos EUA (3 a 5 de abril), um ganho de 7.159% em comparação com as 1.000 faixas vendidas por ele entre 31 de março e 2 de abril.

Aqui você tem a interpretação ao vivo de “Lean Me” por Bill Withers com a tradução da letra:

E neste outro player a cover dos californianos do Club Nouveau, que atingiu o topo da parada americana em 1987:

Joey Tempest, do Europe, afirma ter planos de fazer um documentário sobre a banda

Artista expressou vontade em entrevista no ‘Greatest Music Of All Time’.

O vocalista do EuropeJoey Tempest, falou em uma entrevista que um documentário ou filme sobre a banda está em seus planos futuros.

Em conversa com no Greatest Music Of All Time, Tempest disse, “Nos perguntam muito sobre um filme ou documentário. Então, isso é uma coisa que devemos fazer no futuro. Quero dizer, nos primeiros anos de Upplands Väsby e Estocolmo e como o hard rock também começou a acontecer no mundo todo. Então, há muito a ser dito lá… [Ainda temos os] membros originais. Já fizemos seis novos álbuns. Fizemos cinco no primeiro período. Ganhamos um Grammy na Suécia no outro ano; nunca ganhamos nada assim. É incrível.”

Confira, abaixo, a entrevista de Joey Tempest para o Greatest Music Of All Time:

Lynyrd Skynyrd lança nova canção “Last of the Street Survivos”; ouça aqui

Canção é a primeira inédita da banda em oito anos.

Lynyrd Skynyrd lançou ontem, 2, a faixa “Last of the Street Survivors”, primeira canção inédita da banda em oito anos.

Há alguns dias, a banda anunciou que iria lançar algo para os fãs em isolamento social, se tratando de um presente “da família Skynyrd para a de vocês”, e agradeceram por fazer isso possível.

A faixa – que leva o nome da turnê de despedida do grupo, interrompida devido ao coronavírus -, relembra momentos da carreira e membros da banda que infelizmente não estão mais presentes.

Confira abaixo, a nova canção do Lynyrd Skynyrd, “Last Of The Street Survivors”:

Ozzy Osbourne apresenta ótimo progresso pós tratamento com células-tronco

“Eu estive em quarentena por quase dois anos, e agora que eu estou me sentindo melhor, o mundo está em quarentena”, falou Ozzy.

O ícone do rock Ozzy Osbourne está apresentando grande progresso após realizar recentemente um tratamento com células-tronco no Panamá, conta sua filha Kelly Osbourne.

“Ver o que aconteceu depois de um tratamento de células-tronco e o progresso que ele fez é impressionante”, Kelly conta para o portal Entertainment Tonight . “Ele quer levantar. Ele quer fazer coisas. Ele quer fazer parte do mundo de novo. Ele está andando melhor. Ele está falando melhor. Os sintomas dele estão diminuindo. Ele está desenvolvendo a força muscular novamente que ele precisa depois de sua cirurgia da coluna vertebral.”

A família Osbourne, está reunida em casa em quarentena, mas Kelly conta, “Nós estamos muito agredecidos aos médicos que se estão o ajudando. Ele está pronto para sair de casa e agora ele não pode sair de casa. Ele fica falando pra mim ‘Eu estive em quarentena por quase dois anos, e agora que eu estou me sentindo melhor, o mundo está em quarentena.”

Assim como Ozzy se mantém em quarentena mesmo querendo sair, nós podemos fazer o mesmo por ele, como sugeriu Kelly.

LEIA MAIS: Ozzy Osbourne: viagem de tratamento para Parkinson na Suíça é cancelada

Legado de David Bowie ganhará novo álbum

Passados quatros anos desde a morte de David Bowie, continuam surgindo materiais inéditos do cantor, como o álbum inédito “ChangesNowBowie, com nove músicas gravadas em 1996, no Looking Glass Studios de Nova York, e que chegará às plataformas de streaming no dia 17 de abril.

Quem quiser comprar o álbum físico precisará esperar até o dia 20 de junho, quando será lançado em LP e CD para comemorar o Record Store Day (dia para celebrar lojas de discos), que tradicionalmente é comemorado no dia 17 de abril e foi transferido devido à pandemia de Covid-19.

Trata-se de um álbum com gravações realizadas durante os ensaios que antecederam o show de aniversário do ‘White Duke’ no Mdison Square Garden, segundo a Parlophone Records.

A partir desta sexta-feira, já é possível escutar nas plataformas de streaming uma versão da clássica “The Man Who Sold the World”, faixa incluída no novo álbum.

“ChangesNowBowie” reúne o trabalho do artista no final dos anos 90, durante a gravação e divulgação do álbum de 1997 “Earthling”, e ainda conta com clássicos como “Lady Stardust” e uma versão de “White Light/White Heat”.

Entre os músicos que acompanharam o cantor nestas sessões estavam alguns de seus colaboradores habituais, como Gail Ann Dorsey no baixo e vocais – inseparável de Bowie desde 1995 – assim como Reeves Gabrels, que definiu o som do ‘White Duke’ durante os anos 80 e 90 na guitarra.

A capa inclui um retrato em preto e branco do artista, tirado pelo fotógrafo Albert Watson em 1996.

Ex-presidente da Ferrari: Não ter contratado Senna é minha maior frustração

Ex-presidente da Ferrari, Luca di Montezemolo revelou que ficou muito perto de contratar Ayrton Senna. Em entrevista à emissora “Sky Sports”, neste domingo (5), o italiano afirmou que chegou a conversar com o brasileiro antes do acidente fatal, em Imola, na temporada de 1994.

“(Meu arrependimento foi) Não ter trazido Ayrton Senna. Ele veio até a minha casa em Bologna, antes do acidente de Imola, e me disse que queria correr a todo custo com nós e deixar a Williams. Combinamos de nos vermos depois de Imola, mas depois aconteceu o que aconteceu”, disse.

Luca ressaltou que ter Senna na equipe seria a “cereja no bolo”. “Eu ficaria feliz em tê-lo. Teria sido a cereja do bolo, que foi o que aconteceu com Michael Schumacher. Ele entrou na história da Ferrari porque ninguém fez o que ele fez”, completou.

Guns N’ Roses: por que os dois Use Your Illusion foram lançados de uma vez

Muitos fãs de Guns N’ Roses se questionam por que, em 1991, a banda lançou mais de 30 músicas de uma vez com os dois álbuns “Use Your Illusion”. Disponibilizados simultaneamente em 17 de setembro de 1991, ambos os trabalhos foram muito bem-sucedidos, mas há quem concorde que o material poderia ser enxugado para gerar apenas um disco convencional com porte de clássico, como “Appetite For Destruction” (1987), ou até fossem mantidos em duas partes, mas divulgados em datas diferentes.

Em entrevista ao podcast “Appetite For Distortion”, transcrita pelo Ultimate Guitar, o ex-empresário da banda, Doug Goldstein, revelou qual era o plano. Segundo ele, o vocalista Axl Rose queria fazer com que os dois álbuns ocupassem o primeiro e o segundo lugar das paradas de sucesso ao mesmo tempo – especialmente nos Estados Unidos, onde o plano deu certo, assim como em países como Austrália, Inglaterra, Áustria e Nova Zelândia.

O assunto veio à tona após o entrevistador perguntar a Doug Goldstein como ele acha que o Guns N’ Roses deveria lançar seu próximo álbum. “Isso remonta a quando eles tinham mais de 30 músicas do ‘Use Your Illusion’. Na época, eu disse para lançar apenas um álbum de início, fazer a turnê e, no meio das datas marcadas, divulgar o segundo álbum para prolongar a tour e dar um novo fôlego”, disse, inicialmente.

Goldstein, então, foi surpreendido pela ideia de Axl Rose. “Isso não aconteceu porque Axl queria os dois álbuns ocupando as duas primeiras posições das paradas. Hoje, se eu estivesse em posição de autoridade, eu recomendaria que lançassem um EP, fizessem uma turnê e no meio das datas, divulgassem outro EP, formando um álbum. Só que de forma equilibrada: não colocar as melhores músicas no primeiro EP e as que não são muito atrativas no segundo”, afirmou.

O ex-empresário do Guns N’ Roses refletiu, ainda, sobre o fato de álbuns não renderem mais dinheiro às bandas. “Ninguém ganha mais grana com isso, a não ser que seja um artista country. Eles são caras espertos, então, perceberam que não iriam ganhar dinheiro com um disco e estão trazendo pessoas para os shows. Não há razão para lançar um álbum completo, caso o objetivo seja lucrar”, disse.

A entrevista completa está disponível no Soundcloud (em inglês, sem tradução).

JOHN TAYLOR, BAIXISTA DOS DURAN DURAN, TESTA POSITIVO PARA A COVID-19

O músico revelou publicamente que foi infetado com o novo coronavírus, mas não se trata de um caso grave.

John Taylor, de 59 anos, junta-se às já várias celebridades que testaram positivo para a Covid-19.

O baixista dos Duran Duran falou abertamente sobre o seu estado de saúde nas redes sociais, onde começou por referir que foi diagnosticado com o novo coronavírus “há quase três semanas” e que não se trata de um caso grave.

Falo em resposta ao grande medo gerado pela pandemia, algumas delas totalmente justificadas, e o meu coração está com todos os que tiveram de lidar com perdas e dores reais. Mas quero que saibam que nem sempre é uma morte, e podemos e vamos vencer esta coisa“, escreveu.

Além de enviar uma mensagem de amor a todos os que estão a enfrentar esta luta, John mostrou-se também ansioso para poder voltar aos palcos.

“Mal posso esperar para voltar ao palco de novo, partilhar novas músicas, amor e alegria. Fiquem seguros”, disse.

 

Recent Comments by ledfm

    No comments by ledfm

title_goes_here