Skip to Content

Category Archives: Mundo Geek

8 filmes e documentários sobre rock clássico para ver na Netflix

Na Netflix há diversas produções para os fãs de rock – desde filmes baseados em ícones da música, como Keith Richards e John Lennon, até longas sobre as coincidências nas mortes de astros do rock, como Kurt Cobain e Amy Winehouse.

O catálogo da plataforma de streaming conta com filmes e documentários recentes sobre rock, como The Dirt(2009), adaptação cinematográfica do livro sobre Mötley Crüe. É possível conferir diversas produções sobre o tema. O UCR separou 8 longas incríveis sobre rock clássico. confira:

The Dirt (2019)


Springsteen on Broadway (2018)


Joe Cocker: Mad Dog With Soul (2017)


27: Gone Too Soon(2017)


Keith Richards: Under the Influence (2015)


Tricky Dick and the Man in Black (2018)


Now More Than Ever: The History of Chicago (2017)


John and Yoko: Above Us Only Sky (2019)

Os Simpsons ‘previu’ coronavírus – e até que Tom Hanks ia ficar de quarentena

Os Simpsons é conhecido por ter antecipado várias vezes a presidência de Donald Trump. Agora, os fãs acreditam também que a série animada previu também o surto de coronavírus e a contaminação com quarentena de Tom Hanks, tudo isso ainda os anos 1990.

O episódio que brincou com a possibilidade de uma pandemia originada no oriente se chama “Marge in Chains” e data de 1993. Nesse capítulo, o vírus é proveniente do Japão e chamado de Gripe de Osaka. 

Já a quarentena de Tom Hanks foi tema de um episódio de 2007. A versão da série animada do ator participou de um episódio no qual afirma ter sido ‘isolado’, e diz: “Eu sou Tom Hanks e digo que se me ver pessoalmente, me deixe em paz.”

É claro que é uma brincadeira com a reação que os fãs têm ao encontrar o ator em público, mas não deixa de ser uma situação similar a uma quarentena. Enquanto isso, o verdadeiro Tom Hanks continua a agradecer a atenção que recebe e atualizar os fãs durante o isolamento junto com a esposa, Rita Wilson.

 

Fonte: RollingStone

8 filmes dos anos 1980 com efeitos visuais que impressionam até hoje

Hoje em dia é quase impossível ver um filme que não tenha nenhum efeito visual, também conhecido como computação gráfica. Esses artifícios ficaram populares a partir de 1977, com o lançamento de Star Wars: Episódio IV – Uma Nova Esperança, e começaram a ser mais explorados em outros filmes nos anos 1980. Além de utilizar os já conhecidos e efeitos práticos.

E como era o começo de uma nova tecnologia, boa parte do CGI (computação gráfica), e até mesmo os feitos práticos, dos filmes dessa época não envelheceram bem e, hoje em dia, parecem mais toscos do que convincentes.

 

No entanto, nem todos as computaçoes gráficas dos longas de Hollywood dos anos 1980 não ficaram datadas. Então, veja abaixo 8 filmes dos anos 1980 com efeitos visuais que são realmente bons, tanto práticos quanto digitais, como lembrado pelo Screen Rant.

O Exterminador do Futuro (1984)

Além de fazer de Arnold Schwarzenegger um dos maiores astros de Hollywood, O Exterminador do Futuro trouxe efeitos visuais ótimos, que se sustentam até hoje, mesmo com alguns momentos toscos, como acontece com a cara do T-800 no vídeo acima.


Blade Runner – O Caçador de Androides (1982)

Em Blade Runner, Ridley Scott, diretor do filme, dependeu muito da computação gráfica para criar a imersão profunda da distopia cyberpunk. Mesmo nos dias atuais, os efeitos visuais de Blade Runner são impressionantes, que faz os espectadores não duvidarem da qualidade e se sentirem nesse futuro.


Uma Cilada Para Roger Rabbit (1988)

Com história e personagens cativantes, Uma Cilada Para Roger Rabbit sempre conquistou todo mundo. Claramente dá pra ver que os personagens são animações, mas as feições e movimentos deles entrega a sensação de que os desenhos poderiam existir na vida real.


Star Wars: Episódio VI – O Retorno de Jedi (1983)

O Retorno de Jedi está em boa parte dos filmes de Star Wars preferidos dos fãs da franquia. As lutas espaciais do filme, feitas quase todas em CGI, são memoráveis e completamente impecáveis, principalmente na cena de ataque à Estrela da Morte II, no final do longa.


O Enigma de Outro Mundo (1982)

Dirigido por John Carpenter, O Enigma de Outro Mundo é um dos mais clássicos filmes de monstros, com criaturas horrorosas, mas bem feitas, criadas a partir de efeitos práticos e visuais, elas podem colocar medo em qualquer pessoa.


Indiana Jones e os Caçadores da Arca Perdida (1981)

Um dos filmes mais icônicos e queridos de todos os tempos, Indiana Jones e os Caçadores da Arca Perdida é completamente imaculado. Um dos pontos altos do longa são seus efeitos visuais, como na cena na qual milhares de almas são liberadas, e atacam, diversos nazistas.


Um Lobisomem Americano em Londres (1981)

A cena de transforação de David Kessler, interpretado por David Naughton, em lobisomem é uma das mais memoráveis de Um Lobisomem Americano em Londres, um dos filmes de terror mais queridos de Hollywood. É quase impossível esquecer o personagem de Naughton se debatendo na sala de estar por virar lobisomem.


A Mosca (1986)

A Mosca é um dos filmes mais conceituado de Hollywood e várias mídias fazem referência ao longa constantemente. A Mosca representou um marco, não só para o gênero de terror, mas também para o cinema em geral. A transformação do personagem de Jeff Goldblum na Mosca é um dos maiores destaques do filme e do cinema.

 

 

Fonte: Rollingstone

Ben Affleck admite que perdeu paixão em interpretar Batman

Ben Affleck admitiu em entrevista para a revista ‘GQ’, que perdeu a paixão em interpretar “Batman”, onde foi preciso se afastar dos filmes do personagem, que agora será feito por Robert Pattinson. O ator desempenhou na entrevista alguns de seus papeis mais icônicos, onde ele conta sobre os conflitos no filme ‘Liga da Justiça’ e de como não teve mais vontade de interpretar o homem morcego após o filme “Batman vs Superman: A Origem da Justiça” de 2016.

“Infelizmente, a Liga da Justiça foi tocada por alguma tragédia pessoal, morte na família do (diretor) Zack (Snyder) e, como eu digo, às vezes as coisas meio que funcionam e param, e às vezes elas apenas, você sabe, parece estar tendo uma problema após o outro “, afirmou. Affleck admite que amava estar em “Batman vs Superman”, e como se divertiu com tudo o que aconteceu, como a ideia de fazer a alteração digital em sua voz para o personagem. Ele recebeu um convite para estrelar o próximo filme da franquia, mas percebeu que era hora de ir para outro caminho.

“Descobri que, em algum momento, eu havia perdido meu entusiasmo e paixão por isso. Isso realmente deve ser feito por alguém para quem é o seu sonho mais selvagem. Para mim, tornou-se algo diferente e ficou claro para mim que era hora de seguir em frente.”

 

Fonte: Uol

 

 

Parasita bate recorde de Batman e torna-se filme com nota mais alta no Letterbox

Letterbox confirmou nesta terça, 25, que Parasita superou Batman: O Cavaleiro das Trevas (2008) e tornou-se o filme mais bem avaliado da plataforma.

O longa dirigido por Bong Joon-Ho alcançou um total de 163 mil classificações e garantiu as 5 estrelas. Enquanto isso, mesmo que a produção de Christopher Nolan conseguiu as 5 estrelas, ela teve 162 mil análises.

Parasita vem conquistando muitos recordes pelo mundo. O filme sul-coreano foi o principal ganhador do Oscar 2020 com quatro prêmios: Melhor filme, Filme internacional, Direção e Roteiro. Além de ganhar o maior número de estatuetas, ainda entrou para a história por ser o primeiro longa não falado em inglês a receber o prêmio principal da noite.

O Cavaleiro das Trevas foi lançado em 2008 e fez muito sucesso entre o público e a crítica. Curiosamente, o filme também foi indicado ao Oscar por Melhor Fotografia, Direção de Arte, Edição, Maquiagem, Mixagem de Som, Efeitos Visuais, Ator Coadjuvante e Edição de Som.

 

Fonte: Rolling Stone

Sonic: O Filme

Na última terça-feira, 11 de fevereiro, fomos acompanhar o filme do Sonic. Para quem não sabe, o protagonista do filme, ficou conhecido pelos vídeo games da década de 80 e 90, principalmente.

 

O filme foi lançado com um ano de diferença em relação ao esperado, depois da péssima reação dos fãs ao verem o seu design pouco convencional. 

Apesar da demora, os fãs podem ficar tranquilos, o filme é muito bom; diverte, prende a sua atenção e cumpre a missão dele. Um filme de origem muito interessante. 

É muito importante destacar o papel e a atuação de Jim Carrey, ele arrasa, faz um papel perto do que conhecemos dele, caricato, malvado e divertido. Um vilão que tem carisma. 

James Mardsen é outro que cativa e cumpre muito bem o seu papel, sua relação com o Sonic é bem interessante e também tem carisma, numa relação quase que paternal. 

A conclusão é que a demora valeu a pena, não acho que o filme vai decepcionar os seus inúmeros fãs. Sonic está retratado de uma maneira fiel. E vale à pena conferir a aventura do ouriço que conquistou o mundo. 

Sonic estreou nos cinemas de todo o Brasil, na última quinta-feira (13/02).

 

 

 

Por Victor Vasques

 

REVELADO VISUAL DE ROBERT PATTINSON NO TRAJE DO BATMAN

Agora que começaram as filmagens de The Batman, podemos nos preparar para um grande fluxo de notícia sobre os bastidores. E chutando a porta de uma vez, o diretor Matt Reeves resolveu nos oferecer um primeiro olhar para o visual do herói interpretado por Robert Pattinson.

No vídeo divulgado pelo cineasta nas redes sociais, podemos ver Pattinson vestido com todo o arsenal do Batman, com foco no brasão do Homem-Morcego na armadura e, por fim, máscara que esconde o rosto de Bruce Wayne.

 

Fonte: Legião Dos Heróis

ELTON JOHN COMPARA ROCKETMAN E BOHEMIAN RHAPSODY, DE FREDDIE MERCURY: “O NOSSO FALA A VERDADE”

Elton John comparou Rocketman e Bohemian Rhapsody, e criticou as alterações feitas na história de Freddie Mercury para produzir o filme. Em entrevista à Variety, o cantor também defendeu a própria cinebiografia e afirmou que fez questão de não suavizar as polêmicas da vida pessoal diante do público.

“O nosso fala a verdade, embora seja fantasia… Minha vida não pode ser enfeitada, eu não queria que fosse”, disse o cantor.

John ainda ficou insatisfeito com o fato de Taron Egerton não ter sido indicado ao Oscar 2020 da mesma forma que Rami Malek, em 2019.

“A performance de Rami Malek ganhou um Oscar. A [performance] de Taron não foi indicada, mas eles dois realizaram performances ótimas […] Eu queria ganhar por Taron Egerton, que foi tão incrível ao longo do filme. E ele vai ganhar um Oscar um dia”.

Por outro lado, o cantor ficou contente pelos colegas de Mercury terem conquistado uma nova geração de fãs para o Queen. O artista disse: “Bohemian Rhapsody foi um filme para todos e isso funcionou brilhantemente […] Ele trouxe a ótima música de Freddie Mercury para outro aglomerado de pessoas, as quais nunca ouviriam falar nele. Eu estou muito feliz pelos caras [do Queen]”.

No cinemas, Bohemian Rhapsody conquistou os críticos e arrecadou US$ 903,6 milhões nas bilheterias mundiais, além de ter vencido quatro das cinco categorias para as quais foi indicado no Oscar 2019.

Já Rocketman arrecadou US$ 195 milhões nas bilheterias mundiais e venceu a única categoria para qual foi indicado no Oscar 2020. John recebeu a segunda estatueta da Academia de Melhor Canção Original, por “(I’m Gonna) Love Me Again”.

Apesar das críticas, Elton John e Freddie Mercury eram amigos próximos e possuíam até apelidos especiais um para o outro. O cantor pop foi um dos poucos amigos permitidos a visitar o astro do rock nos últimos dias. Além disso, antes de morrer, Mercury planejou o envio de um presente póstumo para o amigo no Natal.

 

Fonte: Rolling Stone

Maggie Gyllenhaal será mãe de Elvis Presley em biografia do cantor

Maggie Gyllenhaal vai encarar o papel de Gladys Presley, mãe do cantor Elvis Presley, na cinebiografia comandada pelo diretor Baz Luhrmann (Moulin Rouge!). O filme tem estreia marcada para outubro de 2021 nos cinemas. A informação é da Variety.

A atriz norte-americana tem uma indicação ao Oscar no currículo, pelo drama Coração Louco (2009), onde contracenou com Jeff Bridges. Irmã do ator Jake Gyllenhaal (Brokeback Mountain), ela também apareceu em filmes como Batman: O Cavaleiro das Trevas e séries como The Deuce.

A biografia do rei do rock já escalou o seu protagonista também: Austin Butler foi anunciado como intérprete de Elvis em julho do ano passado. Enquanto isso, Tom Hanks vai encarnar o empresário do cantor, Coronel Tom Parker, na produção

Durante a carreira, Elvis falou diversas vezes sobre sua devoção à mãe, que caracterizava como “sua garota nº 1”. Quando o filho começou a passar mais tempo longe de casa para fazer turnês, gravar discos e filmes, Gladys enfrentou períodos de depressão.

 

Fonte: Uol

5 comédias que provam que Adam Sandler é genial, sim

Após o lançamento do drama Uncut Gems[Joias Brutas, no Brasil], a atuação de Adam Sandler foi elogiada pela versatilidade, principalmente porque o astro ficou conhecido pela atuação em comédias consideradas ruins (Cada Um Tem a Gêmea que Merece, por exemplo, que recebeu nota 3.3 no IMBD).

No entanto, Sandler já protagonizou filmes elogiados pela crítica. Produções como Afinado no Amor, de 1998, recebeu prêmios e é até hoje considerado um bom longa. Confira 5 comédias que provam o talento de Adam Sandler, de acordo com as notas do IMDB:

Homens, Mulheres e Filhos

O longa de 2014, apesar de dramático, tem momentos de humor. Sobre adolescentes, parentes e a influência das redes sociais nos relacionamentos, a produção conta com Adam Sandler no papel de Don Truby e tem relevância cultural inegável para a sociedade. Homens, Mulheres e Filhos recebeu a nota 6.7 no IMDB.

Afinado no Amor

Sandler e Drew Barrymore formam mais um casal na comédia romântica de 1998, que mostra ao público a cultura dos anos 80. O longa Venceu o MTV Movie Awards de Melhor Beijo e foi indicado nas categorias de melhor comediante (Adam Sandler) e melhor dupla (Adam Sandler e Drew Barrymore). Afinado no Amor recebeu a nota 6.8 no IMDB.

Como Se Fosse a Primeira Vez

Mais uma vez Adam Sandler e Drew Barrymore protagonizaram a comédia romântica de 2004. Envolvendo um caso peculiar de amnésia, a produção oferece ao público uma história única e emocionante. Como Se Fosse a Primeira Vez recebeu a nota 6.8 no IMDB.

Um Maluco no Golfe

Adam Sandler interpreta Happy Gilmore na comédia lançada em 1996. Sobre um aspirante a jogador de hockey que descobre talento no golfe, a produção conta com participações divertidas, como do ex-apresentador de The Price is Right, Bob Barker. Um Maluco no Golfe recebeu a nota 7.0 no IMDB.

Embriagado de Amor

Dirigido por Paul Thomas, o filme de 2002 possui uma abordagem mais obscura e arriscada da narrativa, cinematografia e ritmo. Adam Sandler protagoniza o longa no papel de Barry Egan e trata da instabilidade e caos do personagem enquanto tenta manter um relacionamento.

O astro foi indicado ao Globo de Ouro pela atuação no filme,  que recebeu premiações do Festival de Cannes (Melhor Diretor) e outros. Embriagado de Amor recebeu a nota 7.3 no IMDB.

 

Fonte: Rolling Stone

title_goes_here