O Iron Maiden se apresentou ontem, 5, no Tacoma Dome, em Washington, EUA, mas, infelizmente, o show foi marcado pela falta de profissionalismo da equipe de segurança, que espancou um fã, o que obrigou o vocalista, Bruce Dickinson, interromper o show.

O Iron Maiden se apresentou ontem, 5, no Tacoma Dome, em Washington, EUA, mas, infelizmente, o show foi marcado pela falta de profissionalismo da equipe de segurança, que espancou um fã, o que obrigou o vocalista, Bruce Dickinson, interromper o show.

“Temos um fã do Iron Maiden nos bastidores que levou uma surra de dez seguranças. Vi um segurança inclinar-se sobre a barreira e dar um soco no garoto com metade do seu tamanho”, falou Bruce ao público.

“Haviam dez pessoas. Dez pessoas! Esta não é a porra do MMA. Se fossem as artes marciais mistas, você teria um árbitro, você sabe. Não é isso.

Tocamos para várias centenas de milhares de pessoas até agora nesta turnê. Esta é a primeira vez que algo assim acontece. Não sei se isso acontece neste local o tempo todo, não sei se isso é um ato de loucura, e espero que o garoto esteja recebendo tratamento hospitalar agora, porque está sangrando com ferimentos na cabeça.

Se alguém tiver alguma filmagem. Filmagem de câmera ou algo assim. Teremos o maior prazer em ajudá-lo a encontrar os agressores e os malditos criminosos responsáveis. Isso é chamado de bullying, sim assim. Portanto, essa é uma música muito apropriada para o momento. Chama-se The Evil That Men Do”, conclui Dickinson.

 

Fonte: RockBizz