Em tempos do COVID-19, o hit de 1980 do The Police, “Don’t Stand So Close To Me”, tornou-se um hino oportuno. Para ajudar a promover o distanciamento social, o ex-vocalista do The Police, Sting, e o produtor Dave Audé colaboraram em um novo remix da música.

Originalmente lançado em setembro de 1980, “Don’t Stand So Close To Me” foi o single principal do terceiro álbum de estúdio do The Police, Zenyattà Mondatta. A música ganhou um Grammy e detalha um caso entre um jovem professor e um aluno. No entanto, a canção assumiu um significado totalmente novo nos dias de hoje.

O produtor Dave Audé detém o recorde de maior número de hits no ranking de músicas da Billboard Dance Club e já trabalhou com nomes como U2, Katy Perry, Lady Gaga, Selena Gomez e Yoko Ono. O produtor uniu forças com Sting para transformar “Don’t Stand So Close To Me” em uma faixa house progressiva digna de qualquer pista de dança.

A versão original da música do The Police alcançou o primeiro lugar nas paradas pop do Reino Unido e se tornou o single mais vendido por lá, em 1980. Nos EUA, “Don’t Stand So Close To Me” chegou ao décimo lugar na Billboard Hot 100 em abril de 1981. Cinco anos depois, o The Police revisitou a música, gravando um arranjo mais lento e sombrio da faixa e lançando em sua compilação, Every Breath You Take: The Singles.

​Fonte: UDISCOVERMUSIC