10 bons jogos que você deixou passar em 2021

Afinal, com as centenas de títulos lançados anualmente, é fácil deixar algumas coisas passarem batido

Por: Tecmundo

O ano de 2022 já chegou, e com ele veio a promessa de vários jogos inéditos para abrilhantar os próximos meses. Sequências muito aguardadas como God of War Ragnarok, o próximo Zelda ou mesmo o novíssimo Starfield já nos deixam cheios de hype, mas que tal revisitar algumas joias de 2021 enquanto esses games não chegam aos nossos lares?

Afinal, com as centenas de títulos lançados anualmente, é fácil deixar algumas coisas passarem batido, e o começo de ano é uma ótima chance para tirar esse atraso, já que costuma ser um período mais “morno” em lançamentos. Pensando nisso, separamos 10 grandes jogos de 2021 que você pode ainda não ter experimentado. Confira a nossa seleção a seguir, sem qualquer ordem de qualidade.

Persona 5 Strikers


Após Persona 5 e a sua versão aprimorada Persona 5 Royal se tornarem alguns dos exclusivos mais queridos do PlayStation, a Atlus levou os Ladrões de Corações para uma aventura multiplataforma canônica e que dá seguimento aos eventos da série. Em vez de combates por turnos, as lutas agora ganham ares de musou embaladas pela trilha sonora excelente de sempre, mas ainda há bastante elementos de RPG e gerenciamento social para os mais puristas.

Scarlet Nexus


Um dos lançamentos mais legais da Bandai Namco em 2021, Scarlet Nexus merecia um pouco mais de amor dos jogadores, especialmente por ser um RPG de ação que realmente capricha nos dois fronts. De um lado, as batalhas são cheias de poderes e têm um ritmo tão eletrizante quanto os melhores títulos da Platinum Games, como Bayonetta ou Astral Chain. Do outro lado, há dezenas de horas de cenas trabalhando o seu relacionamento com os aliados e tornando o RPG mais profundo. De quebra, é possível experimentar a campanha por dois pontos de vista com protagonistas diferentes.

World War Z Afermath


Quando foi lançado, World War Z já era um jogo bem divertido para curtir a boa e velha matança de zumbis com os seus amigos, especialmente pelo foco do jogo em ter hordas gigantescas de inimigos para trucidar. Mas em 2021 o título recebeu uma parruda atualização com ainda mais mapas e desafios, o que tornou o pacote bem mais legal. Se você curtiu o hypado Back 4 Blood, vale a pena se aventurar por aqui também.

Unpacking


Quem nunca precisou passar por uma mudança de casa? Se você já se mudou, sabe bem que separar todas as suas coisas em caixas e fazê-las encontrar um novo espaço é algo bem desgastante tanto física como mentalmente. Mas como nos video games tudo é possível, Unpacking conseguiu transformar essa extenuante atividade no passatempo mais relaxante e acolhedor do mundo. De quebra, a sutil narrativa é muito bem contada puramente por meio do gameplay, e cada mudança gera um quentinho no seu coração.

Super Monkey Ball Banana Mania


Antes de se tornar mais conhecido do público por comandar a Ryu Ga Gotoku Studio e a franquia Yakuza, Toshihiro Nagoshi já era uma das mentes mais criativas dos video games, causando muito furor na SEGA ao emplacar um sucesso inusitado: se desafiando a criar um jogo que usaria apenas a alavanca de movimento como controles, Monkey Ball surgiu e prontamente virou um hit mundial pelo seu nível enlouquecedor de desafio e diversão. Diversas sequências vieram nos anos seguintes, e Banana Mania celebra a rica história da franquia.

The Riftbreaker


Mais um exemplo de jogo que nem parece indie, seja pelo seu belíssimo visual, seja pela extensa campanha. Em The Riftbreaker nós somos convidados a construir bases misturando elementos de ação, RPG e sobrevivência a bordo de um Mecha. Uma boa estratégia é a chave, mas não se surpreenda se os combates eletrizantes acabarem se tornando o principal atrativo para você.

Voice of Cards: The Isle Dragon Roars


A mente criativa de Yoko Taro normalmente é mais associada a aventuras como Nier e Drakengard, mas em 2021 ele pensou ainda mais fora da caixinha e concebeu um RPG que é narrado totalmente através de cartas. Até o mundo de jogo é feito por cards que o jogador vai virando a cada passo dado, e aos poucos isso gera uma narrativa cada vez mais imersiva, exatamente na linha das grandes histórias e personagens que é possível encontrar em seus outros projetos. Essencial para fãs de JRPG.

WarioWare Get it Together


Com tantas grandes franquias exclusivas da Nintendo ajudando o Switch a se manter como um fenômeno de vendas globalmente, alguns jogos acabam não recebendo tanta atenção. A franquia WarioWare sempre transbordou criatividade, e não foi diferente na mais nova edição. Aqui, dá para encarar os microgames que duram apenas alguns segundos ao lado de um amigo com diversos personagens jogáveis. Pode não ser o jogo mais longo do mundo, mas há muito fator replay e muitas risadas para curtir por aqui.

Nier Replicant ver. 122474487139…


As boas vendas de Nier Automata ajudaram um pouco a levar as obras de Yoko Taro para o grande público, mas muita gente ainda não tinha experimentado as origens da série. E por mais que esse remaster/remake/relançamento cheio de melhorias esteja alcançando algum sucesso também, trata-se de um RPG de ação tão criativo e profundo que todo mundo que gosta de boas histórias deveria experimentá-lo. Aqui no site, ele foi um dos poucos jogos a levar nota máxima no review.

The Ascent


É difícil olhar para The Ascent e acreditar que o seu lindo mundo cyberpunk foi projetado por um time de apenas 12 pessoas. Não seria exagero algum apontar que esse foi o universo cyberpunk mais bem construído nos jogos nos últimos anos. Esse twin stick shooter funciona tanto nos momentos de ação como nas partes de RPG, colhendo loot em estilo Diablo e melhorando os seus equipamentos e atributos. Há toneladas de missões para cumprir e elas ficam ainda melhores quando jogadas em multiplayer.

E essas foram as nossas dez recomendações de games incríveis de 2021 que nem todo mundo deve ter jogado. Você já conhecia todos eles? Quer recomendar mais algum lançamento para a galera? Conte para a gente nos comentários logo abaixo.
 

10 bons jogos que você deixou passar em 2021 | Voxel (tecmundo.com.br)