O AC/DC tem lançado, em seu canal no YouTube, uma série de vídeos antigos com histórias e comentários sobre as músicas do álbum “Back in Black”. As filmagens estão sendo liberadas para celebrar os 40 anos de lançamento do disco, que chegou a público em 25 de julho de 1980.

Em uma das antigas filmagens, o vocalista Brian Johnson e os guitarristas Angus e Malcolm Young falam sobre a música “Back in Black”, que deu o título do álbum. O trio reflete por que a proposta da canção – que buscava fazer uma homenagem ao cantor Bon Scott, falecido em fevereiro daquele ano e substituído por Johnson – era complicada e desafiadora.

“Lembro que a música ‘Back in Black’ foi particularmente difícil, pois os caras diziam: ‘ouça, queremos que essa música seja em memória de Bon, mas não queremos que seja triste ou piegas, queremos que seja algo bom, uma canção positiva’. Foi difícil, mas acho que conseguimos. É um pouco lenta, mas tem um grande riff. Foi complicada”, explica Brian Johnson, conforme transcrito pelo NME

 

AC/DC: por que a música “Back in Black” foi um complicado tributo a Bon Scott

O AC/DC tem lançado, em seu canal no YouTube, uma série de vídeos antigos com histórias e comentários sobre as músicas do álbum “Back in Black”. As filmagens estão sendo liberadas para celebrar os 40 anos de lançamento do disco, que chegou a público em 25 de julho de 1980.

Em uma das antigas filmagens, o vocalista Brian Johnson e os guitarristas Angus e Malcolm Young falam sobre a música “Back in Black”, que deu o título do álbum. O trio reflete por que a proposta da canção – que buscava fazer uma homenagem ao cantor Bon Scott, falecido em fevereiro daquele ano e substituído por Johnson – era complicada e desafiadora.

“Lembro que a música ‘Back in Black’ foi particularmente difícil, pois os caras diziam: ‘ouça, queremos que essa música seja em memória de Bon, mas não queremos que seja triste ou piegas, queremos que seja algo bom, uma canção positiva’. Foi difícil, mas acho que conseguimos. É um pouco lenta, mas tem um grande riff. Foi complicada”, explica Brian Johnson, conforme transcrito pelo NME.

O frontman comenta, ainda, que a ideia era fazer com que todo o disco fosse um “bom registro de rock em memória de Bon”. “Porém, sem todo o exagero, sem todas as m*rdas que geralmente acompanham isso. Eles queriam que esse álbum fosse preto e eu preenchi isso com frases como ‘sete vidas, olhos de gato’ (em referência a um verso da faixa ‘Back in Black’) porque Bon viveu no limite por um bom tempo e ele sempre conseguiu”, disse.

Em outro trecho, o saudoso Malcolm Young, falecido em 2017, declarou que a música “Back in Black” é “completamente diferente de tudo que veio antes no rock”. “Ela é quase funky em sua natureza. É como se tivesse uma vibe de soul music”, pontuou.

Veja:

youtube player

youtube player

 

Fonte: Wiplash | Autor: Igor Miranda