Baterista do Alabama Shakes é preso sob acusação de abuso infantil

Steven Johnson foi acusado de tortura, abuso e espancamento ou maltrato de uma criança.

Baterista do Alabama Shakes é preso sob acusação de abuso infantil
Imagem: Lee County Sheriff's Office/Reprodução

O baterista do Alabama Shakes, banda de rock vencedora do Grammy, foi detido sob acusação de abuso infantil.

Steven William Johnson, de 35 anos, está sob custódia desde quarta-feira (24). As acusações incluem “tortura intencional, abuso intencional e espancamento cruel ou maltrato intencional de uma criança menor de 18 anos”.

O músico foi levado para a prisão do condado Limestone, no estado americano do Alabama. A fiança foi fixada em US$ 21.500 (cerca de R$ 124 mil).

A acusação formal está marcada para ocorrer no dia 7 de abril de 2021.

Em março de 2020, Steven Johnson confessou ter violado uma ordem de proteção contra violência doméstica apresentada por sua ex-mulher. Ela o acusou de assédio, perseguição e estrangulamento em 2018, quando eles se divorciaram após três anos e meio de casamento. O músico recebeu uma pena de um ano de prisão, convertida em 24 meses de liberdade condicional.

O Alabama Shakes entrou em hiato em 2018, quando a vocalista Brittany Howard decidiu lançar seu álbum solo. Os demais membros da banda não comentaram sobre a prisão de Johnson.