Bono Vox comenta coisas que não o agradam muito no U2: “Sinto vergonha”

O vocalista comentou que a banda “força a barra do constrangimento” às vezes

Bono Vox comenta coisas que não o agradam muito no U2: “Sinto vergonha”

Por: WikiMetal

Apesar da inegável importância do U2 para o rock irlandês, o grupo sempre dividiu opiniões entre os fãs de música pesada. Em entrevista recente, Bono Vox provou que nem sempre é só o público que tem suas questões particulares com o U2; ele mesmo não se considera muito fã de algumas coisas sobre a própria banda.

Em entrevista recente ao podcast The Hollywood Reporter’s Awards Chatter, o vocalista admitiu que às vezes fica “vermelho de vergonha” ao ouvir algumas composições do U2 no rádio, mas que nem sempre isso é algo ruim.

“Já aconteceu de eu estar no carro ouvindo o rádio e quando uma de nossas músicas começa a tocar eu fico vermelho,” conta. “Eu sinto vergonha. Eu acho que o U2 força a barra do constrangimento muitas vezes. E talvez esse seja o lugar para se estar enquanto artista; bem no limite do seu nível de dor pelo constrangimento e o seu nível de constrangimento.”

Bono também disse ter problemas para gostar de sua voz no início de carreira porque achava que ela soava “forçada” e “não suficientemente masculina”, mas ao ouvir a voz de Joey Ramone ele se tranquilizou. “Percebi que eu não precisava ser esse tipo de cantor de rock ‘n’ roll,” conta.

Fechando a lista, The Edge, que também estava presente na entrevista, lembrou que o nome U2 também não foi necessariamente uma unanimidade, mas a outra opção, The Hype, soava muito “não original”. 

“De todas as opções que tínhamos, não é que ‘U2’ saltou aos nossos olhos como o nome que realmente procurávamos, mas era o nome que odiamos menos. Foi o que escolhemos, mas não amamos logo de cara,” revela.
 

Bono Vox comenta coisas que não o agradam muito no U2: “Sinto vergonha” (wikimetal.com.br)