Skip to Content

Category Archives: Mundo Geek

San Diego Comic-Con acontecerá nas mesmas datas com formato online

Evento presencial foi cancelado por causa da pandemia de coronavírus

Fãs de Sylvester Stallone se emocionam com retorno de Rocky

Com uma carreira de quase 50 anos em Hollywood, Sylvester Stallone se tornou um dos astros de ação mais conhecidos do mundo, interpretando personagens icônicos como Rambo e Rocky.

Para fãs de Rocky, o boxeador mais icônico dos anos 80, uma grande novidade foi revelada recentemente! Um documentário sobre o clássico personagem está sendo produzido e deve estrear em breve.

“40 Years of Rocky: The Birth of a Classic” (40 Anos de Rocky: O Nascimento de um Clássico) é um projeto de Derek Wayne Johnson, e pretende apresentar ao público detalhes interessante sobre o personagem de Stallone.

Confira abaixo tudo sobre a nova produção!

Homenagem

O documentário sobre Rocky será narrado por nada mais nada menos que o próprio Sylvester Stallone. De acordo com Derek Wayne Johnson, o filme não vai apenas focar no personagem Rocky, mas também na vida de Stallone e as experiências íntimas que aconteceram nos bastidores.

Johnson afirmou também que está “extremamente orgulhoso” com o resultado, e que o público pode esperar cenas inéditas e filmagens nunca mostradas de Rocky.

As cenas do documentário misturam cenas caseiras do diretor John Avildsen e clipes dos bastidores do filme de 1976. Cenas dos ensaios de Sylvester Stallone também devem ser incluídas.

“Temos grandes expectativas para o novo documentário do Rocky, e fãs devem ficar animados para entrar nessa verdadeira máquina do tempo, de volta para 1976. O próprio Stallone ficou muito emocionado em fazer parte dessa experiência”, afirmou Derek Wayne Johnson.

Sylvester Stallone também elogiou o documentário, descrevendo-o como “muito atual”.

Começando como um filme de baixo orçamento, se tornando um hit nas bilheterias e faturando 3 prêmios no Oscar, Rocky se tornou uma verdadeira sensação.

Sylvester Stallone descreve o personagem como “um amigo de verdade, sempre dando seu apoio quando eu precisava”.

40 Years of Rocky: The Birth of a Classic será lançado em 9 de junho no iTunes, Apple TV e Amazon.

‘Simpsons’ mudam tom de pele em homenagem a George Floyd

Artista italiano usa criatividade na homenagem

As suas sátiras em forma de pinturas de ruas ou postagens nas redes sociais já se tornaram conhecidas. Falamos do artista e ativista pop contemporâneo, aleXsandro Palombo, a quem não passou despercebido o incidente que deu origem aos tumultos em várias cidades norte-americanas.

Falamos da morte do cidadão afro-americano, de 46 anos, George Floyd que morreu asfixiado, de acordo com a autópsia independente pedida pela família, por um polícia de Minneapolis.

E que forma encontrou o irreverente artista italiano de homenagear Floyd? Simples, mudou o tom de pele de uma das famílias de animação mais conhecidas no mundo: os ‘Simpsons’.

The Simpsons turn Black, I Can’t Breath” (“Os Simpsons tornam-se negros, não consigo respirar”, em tradução livre) foi o título escolhido pelo artista para o tributo que presta agora ao afro-americano, que morreu no passado dia 25 de maio. O objetivo desta sátira do italiano é “combater o racismo e a violência”:  “Stop racism” é o apelo de aleXsandro Palombo.

Os Simpsons previram tudo o que está acontecendo nos EUA

Eles acertaram sobre os protestos, uma estação de polícia pegando fogo e a Casa Branca apagada; só falta um.

Os roteiristas de Os Simpsons não são deste mundo. Em mais uma de suas previsões malucas, o seriado da família amarela de Homer e Marge Simpson previram o que está acontecendo exatamente neste momento nos EUA: os protestos, uma estação de polícia pegando fogo e a Casa Branca apagada.

Tudo isso os roteiristas do desenho retrataram em episódios da série, como você pode ver nas imagens abaixo:

Na primeira imagem você vê uma estação de polícia de Springfield (cidade fictícia em que é ambientada a série Os Simpsons), e na segunda, uma imagem da estação de polícia de Minneapolis pegando fogo durante os protestos.

Crédito: ReproduçãoEstação de polícia pegando fogo em Springfield / em Minneapolis

Na primeira imagem, você vê a Casa Branca retratada na série toda apagada, na segunda, a Casa Branca real, com seu entorno também sem luz para tentar conter os manifestantes norte-americanos.

casa branca

Crédito: ReproduçãoCasa Branca apagada no desenho / na vida real

Na primeira imagem, você vê o delegado Clancy Wiggum da série asfixiando um homem preto, na segunda, você vê o policial Derek Chauvin, que asfixiou George Floyd até a morte e gerou os inúmeros protestos que acontecem nos EUA.

CORREÇÃO: especificamente esta imagem de Os Simpsons não foi exibida na série. Trata-se de uma ilustração feita pelo italiano Alexsandro Palombo, que usou o personagem para criticar a violência policial e o racismo, em 2014.

simpsons george floyd

Crédito: ReproduçãoPolicial branco asfixiando homem preto nos Simpsons / na vida real

Porém, de todas as previsões, teve uma que ainda não aconteceu. Na série, após o apagão da Casa Branca, o presidente Donald Trump (que eles previram que seria eleito) é encontrado morto.

trump

Crédito: ReproduçãoDonald Trump, na série Os Simpson, morto

No Twitter, internautas não param de comentar sobre o assunto:

Bruna×͜×⁩@LILO_bs


N tenho medo do corona n, e sim dos Simpsons

Ver imagem no TwitterVer imagem no TwitterVer imagem no TwitterVer imagem no Twitter
10,8 mil pessoas estão falando sobre isso

Leonan Oliveira

@CallMeLeonan

– O Trump vai morrer com certeza!
– Ué, por quê?
– Aconteceu nos Simpsons…

Ver imagem no TwitterVer imagem no Twitter
66 pessoas estão falando sobre isso

Gabrielbez@Gabrielbez16

Os Simpsons são videntes e eu posso provar:
Trump eleito ✅
Manifestações contra ✅
Casa Branca apagada ✅

E tem essa última imagem…

Ver imagem no TwitterVer imagem no TwitterVer imagem no TwitterVer imagem no Twitter
1.051 pessoas estão falando sobre isso

catarina 🦦@Catariinanevess

Simpsons não desiludam pff, tanta coisa que já previram e aconteceu na vida real… a morte do Trump não pode falhar😭 https://twitter.com/bprincxss/status/1266710001269248000 

ᴾ ᴿ ᴱ ᵀ ᵀ ᵞ ᴳ ᴵ ᴿ ᴸ 💋@BPrincxss

Whoever made the Simpson they know some shit they ain’t telling us!!

Ver imagem no Twitter
Veja outros Tweets de catarina 🦦

Pixar apresenta seu primeiro protagonista gay

“Soul” é a primeira produção com temática LGBTQI+ da Pixar

Depois de adiar para novembro o lançamento da animação “Soul”, anteriormente previsto para junho, a Pixar acaba de apresentar sua primeira produção com temática LGBTQI+.

Com direção de Steven Clay Hunter -responsável, entre outros, por sucessos como “Wall-E” e “Toy Story 2”-, o curta-metragem “Out” (“assumido”, em tradução livre) estreou na sexta (22) no Disney+.

Parte da série de curtas SparkShorts, o filme acompanha as dificuldades do protagonista, Greg, em se revelar homossexual para os pais, que vão ajudá-lo a organizar sua mudança -sem saber que, na verdade, ele está indo morar com o namorado de cuja existência eles também não têm conhecimento. Classificada como “emocionante”, a animação teve sua estreia na plataforma de streaming da Disney, que é proprietária do estúdio de animação, anunciada nas redes sociais.

Além de ser a primeira produção da Pixar a ter um homem abertamente gay como protagonista -lançado em março, o longa “Dois Irmãos: Uma Jornada Fantástica” conta com uma ciclope roxa que diz ter uma namorada-, “Out” também apresenta o primeiro personagem de animação homossexual da Disney. Bastante criticada no passado pela falta de personagens LGBTQI+ em suas produções, a companhia já exibiu uma cena de beijo entre dois soldados em “Star Wars: Episódio IX” (2019) e apresentou o personagem LeFou como gay na versão de 2017 de “A Bela e a Fera”.

Astro de ‘Thor’ convida vítima de ataque terrorista para estreia de filme

Chris Hemsworth, que interpreta Thor nos filmes do Universo Marvel, convidou um sobrevivente de um ataque terrorista para acompanhar a primeira apresentação de ‘Thor: Amor e Trovão’. O lançamento do filme está previsto para novembro de 2021. O convite foi revelado pela vítima, Martin Hibbert, em entrevista ao programa de TV ‘The Morning Show’.

Hibbert perdeu os movimentos das pernas após ficar ferido por uma das bombas que explodiram no ataque terrorista durante show da cantora Ariana Grande, na Inglaterra, em 2017. Ele acompanhava a filha, Eve, no evento. Ela teve alguns ferimentos e também sobreviveu. “Eu falei com ele que o meu objetivo é estar andando nos próximos dois anos, e ele (Chris Hemsworth) disse que deveríamos nos encontrar quando estiver em Londres”, contou Hibbert. “Ele me disse que, se eu estiver andando até lá (lançamento do novo filme de Thor), devemos ir juntos ao tapete vermelho”, completou. O encontro entre a vítima e o ator aconteceu na Austrália, onde Hibbert realizava tratamento. “O tempo que passamos juntos na Austrália foi inspirador. E mal posso esperar para vê-lo no tapete vermelho comigo”, disse o ator, que também participou do programa. O ataque terrorista durante o show de Ariana Grande deixou 22 mortos e vários feridos, na cidade de Manchester.

Loteria: heroína da Marvel ligada ao Homem-Aranha deve ganhar filme

A Sony está determinada a lançar um filme derivado do universo “Homem-Aranha” com uma protagonista feminina. Após a notícia de um filme da Madame Teia, revelada ontem, o Deadline reportou hoje que a heroína Loteria também pode protagonizar um longa em breve. O estúdio chamou Marc Guggenheim para escrever o roteiro. Criador de “Arrow” e “Legends of Tomorrow”, o roteirista também já assinou filmes de super-heróis, como “X-Men Origens: Wolverine” e “Lanterna Verde”, e escreveu HQs da Loteria para a Marvel Comics.

Mãe heroica Nos quadrinhos, a Loteria original era Sara Ehret, uma cientista que foi exposta a um lote radioativo no seu laboratório enquanto estava grávida. Após entrar e sair de um coma, ela deu à luz sua filha, Madeline, que nasceu saudável, e achou que não sofreria sequelas do acidente. No entanto, quando sua família se viu em meio a um desastre natural, ela descobriu poderes de superforça, que usou para salvá-los. Tentando usar as habilidades para o bem, ela assumiu a identidade de Loteria e passou a agir no Brooklyn, frequentemente em parceria com o Homem-Aranha.

Chris Hemsworth comemora sucesso de ‘Resgate’, maior estreia da Netflix

Chris Hemsworth comemora sucesso de ‘Resgate’, maior estreia da história da Netflix.

 

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Chris Hemsworth, 36, postou um vídeo em que comemora o sucesso de “Resgate”, longa protagonizado por ele que estreou na Netflix no dia 24 de abril. No material divulgado pelo astro em sua conta do Instagram neste sábado (9), mensagens intercaladas com cenas da película dizem que, além de o filme ser o mais assistido da plataforma de streaming em vários países do mundo -como Austrália, Espanha, Índia, Brasil e Estados Unidos- é também a maior estreia de um filme da Netflix de todos os tempos.

No dia 1º de maio, a Netflix já dava pistas do sucesso do longa com uma postagem no Twitter em agradecimento àqueles que já tinham assistido à película. “‘Resgate’ está a caminho de se tornar a maior estreia de filme de todos os tempos na Netflix -com um número estimado de 90 milhões de lares entrando em ação nas primeiras quatro semanas”.

“Resgate” conta a história de Tyler Rake (Chris Hemsworth), um mercenário do mercado negro que aceita a missão de resgatar Ovi (Rudraksha Jaiswal), filho sequestrado de um chefão do crime que está na cadeia. O filme é uma adaptação de Joe Russo baseada na graphic novel “Ciudad”, escrita por ele e Ande Parks há cerca de uma década, em que ele explora seu amor de infância por suspenses e ação.

Russo fez um acordo para escrever uma segunda parte do longa-metragem de ação. A informação foi confirmada pelo próprio roteirista ao portal Deadline, que diz esperar que Sam Hargrave retorne como diretor, e Chris Hemsworth, como Tyler Rake.

 

5 filmes que viraram série de TV

Listamos as produções que fizeram tanto sucesso nas telonas, que foram para as telinhas

Em Hollywood é comum que algumas séries sejam encerradas com filmes ou que produções da TV ganhem revivals na telona. Porém, há alguns casos em que filmes fazem tanto sucesso que ganham derivados na televisão, que expandem a história e podem durar por várias temporadas.

MÁQUINA MORTÍFERA

Foto de Máquina Mortífera
Máquina Mortífera/Divulgação

Os quatro filmes originais são clássicos dos anos 80 e mostram as aventuras dos policiais Murtaugh (Danny Glover) e Martin Riggs (Mel Gibson). Os filmes são a mistura perfeita de ação e comédia e contam com cenas icônicas como a bomba na privada.

Nos anos 2000, Shane Black, roteirista dos dois primeiros filmes, decidiu transformar a franquia em uma série com Damon Wayans e Clayne Crawford. Apesar de muitos duvidarem do sucesso, a série recuperou a química do filme, teve sucesso, mas problemas de bastidores logo acabaram com tudo isso.

Crawford foi demitido acusado de abusos psicológicos no set e, mais tarde, um vídeo onde ele provoca Wayans foi revelado. A série até tentou uma sobrevida após a demissão do ator com o Seann William Scott em seu lugar, mas não durou muito e a produção foi cancelada em seguida.

PSICOSE – BATES MOTEL

Foto de Bates Motel
Bates Motel/Divulgação

Psicose é um dos maiores filmes da história e conta com pelo menos uma cena icônica. O final [cuidado com spoilers] mostra que Norman Bates tem uma enorme fixação em sua mãe e, por conta disso, se veste como  ela e assassina pessoas em seu hotel.

Bates Motel se passa antes dos acontecimentos do longa e investiga como Norman Bates criou essa fixação e a importância do hotel e de sua mãe em sua vida. A série contou com 50 episódios ao longo de cinco temporadas com Vera Farmiga como a mãe e Freddie Highmore como norman. É uma adaptação muito melhor estruturada do que, por exemplo, o remake com Vince Vaughn – que é somente um filme que tenta reproduzir o clássico sem a mesma qualidade.

FARGO

Foto de Fargo
Fargo/Divulgação

Os Irmãos Coen são conhecidos pelo seu humor absurdo e, em meados dos anos 90 eles escreveram, produziram e dirigiram Fargo – uma comédia com ótimas atuações, situações absurdas e diálogos rápidos que rapidamente virou um clássico. A história, que venceu um Oscar, mostra o gerente de uma revendedora de automóveis que elabora o sequestro da própria esposa para tirar um dinheiro do sogro rico. Daí por diente, o longa tem uma sequência de momentos absurdos que mudam totalmente a história.

Em 2014, o FX decidiu produzir uma adaptação para televisão do seriado. Porém, a série tentou pegar a essência do longa em criar situações cada vez mais absurdas. A produção foi um sucesso de crítica e público e teve nomes gigantes para suas temporadas – que, aliás, não tem ligação uma com a outra. Entre eles estão Martin FreemanPatrick WilsonEwan McGregor e o quarto ano, que ainda não foi lançado, contará com Chris Rock.

TEEN WOLF

Imagem de Teen Wolf
Teen Wolf/Divulgação

O longa original contava com ninguém menos que Michael J. Fox e é uma comédia clássica dos anos 80. O maior problema desse filme no Brasil é que ele saiu na época do De Volta para o Futuro e, por isso, ganhou o título de Garoto do Futuro – que não tem nada a ver com a trama ou com o filme – que mostra um garoto tentando lidar com o fato de ser um lobisomen no colégio.

A série, por sua vez, fez muito sucesso e contou com 100 episódios ao longo de seis temporadas. Na história, um jovem chamado Scott muda drasticamente quando é mordido por um lobisomem em uma noite, enquanto vagava pela floresta em busca de um cadáver junto ao seu melhor amigo, Stiles. Scott então, torna-se um lobisomem e deve aprender a conviver com sua nova identidade problemática e com sua vida adolescente.

A série revelou o Dylan O’Brien, que já veio pra CCXP e foi a estrela de Maze Runner.

BUFFY: A CAÇA-VAMPIROS

Foto de Buffy: A Caça-Vampiros
Buffy: A Caça-Vampiros/Divulgação

Esse é um derivado que deu tão certo, que às vezes a gente esquece que teve um filme antes. Em 1992, Joss Whedon – que anos mais tarde iria dirigir Vingadores – escreveu o roteiro do filme Buffy – A Caça Vampiros, história de uma adolescente que lutava contra forças sobrenaturais.

Em 1997, ele adaptou a história para uma série, colocou Sarah Michelle Gellar como protagonista e criou uma das principais heroínas dos anos 90. Ao longo de 144 episódios e 7 temporadas, Buffy lutou contra tudo quanto é bicho, ganhou uma continuação em quadrinhos, um derivado focado no personagem Angel e segue importante até os dias de hoje.

‘Soul’: Pixar explora o mundo das almas em nova animação; veja trailer.

O próximo filme da Pixar, “Soul”, ganhou o seu primeiro trailer completo hoje. Na trama, o estúdio imagina como é o mundo das almas através da jornada do protagonista Joe Gardner (voz de Jamie Foxx). A estreia ficou para 25 de junho. Como revela a prévia, Gardner é um professor de música que está prestes a realizar seu sonho de tocar em uma banda quando sofre um acidente e vai parar no mundo das almas.

Por lá, ele conhece o local de onde vêm as novas almas, onde elas ganham suas personalidades antes de irem para a Terra. Tentando encontrar uma forma de voltar para o seu corpo, Joe vai viver uma aventura curiosa. “Soul” é a nova obra do diretor e roteirista Pete Docter, responsável por títulos como “Monstros S.A.”, “Up: Altas Aventuras” e “Divertida Mente”. Kemp Powers (“Star Trek: Discovery”) é codiretor do novo filme. No elenco de vozes norte-americano, destaque também para Tina Fey (“Meninas Malvadas”), Phylicia Rashad (“Creed”) e Daveed Diggs (“Extraordinário”).

 

title_goes_here