CEO da Disney anuncia que ampliará investimento no Disney Plus

Bob Chapek, informou na quarta-feira (10/11) que a empresa está aumentando seus investimentos em conteúdo para o Disney Plus

CEO da Disney anuncia que ampliará investimento no Disney Plus

Por: Olhar Digital

O CEO da Disney, Bob Chapek, informou na quarta-feira (10) que a empresa está aumentando seus investimentos em conteúdo para o Disney Plus. Segundo informações do tabloide Variety, o foco é a expansão global do conteúdo.

“Anunciamos em nosso último Dia do Investidor que nossa despesa total de conteúdo ficaria entre US$ 8 e US$ 9 bilhões no ano fiscal de 2024, agora aumentaremos ainda mais esse investimento, com o principal motivador sendo mais conteúdo local e regional”, afirmou Chapek durante a teleconferência fiscal do quarto trimestre de 2021 da Disney.

A decisão vem após o Disney Plus registrar um número de assinantes bem abaixo do previsto pelo Wall Street no terceiro trimestre do ano de 2021. O diretor acrescentou ainda que há mais de 340 títulos locais em vários estágios de desenvolvimento a serem lançados na plataforma nos próximos anos, além disso, sua intenção é mais que dobrar o número de países onde o Disney Plus está disponível já no próximo ano – atualmente o serviço funciona em 60 países.

“Em apenas dois anos, estamos em mais de 60 países e em mais de 20 idiomas e, no próximo ano, planejamos levar o Disney Plus para consumidores em mais de 50 países, incluindo Europa Central, Leste Europeu, Oriente Médio e Sul África. Nossa meta é mais do que dobrar o número de países em que estamos para mais de 160 até o ano de 2023”, afirmou Chapek.

O CEO lembrou que parte dos conteúdos que estão para chegar são produções atrasadas devido a pandemia da Covid-19. ‘Gavião Arqueiro’, da Marvel, ‘The Book of Boba Fett’ de Star Wars, documentários dos Beatles e o filme ‘Encanto’, no entanto, devem chegar ainda no final de 2021 na plataforma, garantiu.

Ainda de acordo com o Variety, a CFO da Disney, Christine McCarthy, acrescentou também que os custos de filmes vão subir neste trimestre em pelo menos US$ 300 milhões devido o lançamento de nove títulos até o final do ano. No mesmo trimestre do ano passado o estúdio lançou apenas dois. Ela justificou com os gastos citando a “recuperação prolongada que estamos vendo no cinema, juntamente com custos mais altos de programação e marketing”.
 

CEO da Disney anuncia que ampliará investimento no Disney Plus - Olhar Digital