Conheça a moto clássica inglesa Triumph Bonneville T100

A equipe do site MOTO.com.br testou a belissíma Bonneville T100 da Triumph, imponente moto inspirada na icônica Bonneville de 1959. 

Conheça a moto clássica inglesa Triumph Bonneville T100
Imagem: Reprodução/TriumphEdisa

A equipe do site MOTO.com.br testou a belissíma Bonneville T100 da Triumph, imponente moto inspirada na icônica Bonneville de 1959. O DNA típico de moto clássica inglesa recebeu recursos, acabamento aprimorado e tecnologia de motos atuais para se tornar uma clássica moderna de respeito.  

A Triumph Bonneville T100 acompanhou uma viagem até o município de Socorro (SP) para visitar o futuro Centro Cultural Movimento. A antiga estação de trem da cidade está sendo reformada para receber a história do motociclismo nacional.

 

Créditos: MOTO.com.br

 

A primeiro momento a Triumph Bonneville T100 chama atenção de todos. O design que une o clássico e o moderno é acertado, ainda mais com os detalhes incluem os aros das rodas, os acabamentos do motor, espelhos retrovisores, o aro do farol, os indicadores, e belos silenciadores estilo peashooter com acabamento Matt Black, que lhe proporcionam uma presença e um visual dark realmente diferenciados. 

Além disso, o design do motor imita filetes típicos da refrigeração a ar (a T100 possui refrigeração líquida) e uma peça que lembra o carburador. Porém, a Triumph T100 é equipada com injeção eletrônica multiponto sequencial. 

A Bonneville T100 é equipada com um motor de 8 válvulas, SOHC de 900 cc que entrega 55 cv de potência a 5.900 rpm. O grande diferencial está no torque de 80 Nm, que você já sente a partir de 3.230 rpm. 

 

Créditos: MOTO.com.br

 

Na cidade, fiquei surpreso com dois aspectos da motocicleta. Primeiro, foi a embreagem mega leve, que conta com assistência de torque. Em segundo lugar, com a ciclística da motocicleta. Ela é uma moto fácil de guiar, possibilitando pegar corredor, desviar de buracos com segurança e andar tranquilamente curtindo a moto e o ronco do seu motor.

Para pegar estrada, a T100 conta com acelerador eletrônico que proporciona respostas rápidas e o controle de tração que garante maior segurança na pilotagem. Além disso, a moto da Triumph possui uma posição de pilotagem acertada, pois não cansa e o banco se mostrou macio, o que garantiu conforto em toda a viagem até Socorro em um total de 300 km (ida e volta). 

Apenas senti falta da sexta marcha, mesmo a quinta sendo longa, acho que uma sexta marcha cairia bem. Mantendo uma velocidade de cruzeiro de 100 - 110km/h, o consumo ficou na casa dos 23km/l.

O painel, que mescla analógico e digital, conta com o velocímetro e o conta-giros em analógicos e dois visores digitais que você pode observar o hodômetro, indicador de posição de marcha, medidor de combustível, autonomia, controle de tração (que pode ser desligado), indicador de manutenção e relógio. Para acessar todas essas informações, a T100 conta com um botão no punho esquerdo.

 

Créditos: MOTO.com.br

 

Parar a T100 é fácil, pois a motocicleta conta com disco único flutuante de 310 mm na dianteira e disco único de 255 mm, pinça flutuante Nissin de 2 pistões na traseira com ABS nas duas rodas. 

A suspensão absorve bem as irregularidades do piso. Apesar de ser uma clássica, passei por rua de paralelepípedo com tranquilidade, graças a sua suspensão dianteira com Garfo Kayaba 41 mm e curso de 120 mm. A traseira conta com Twin Shock Kayaba, com ajuste de pré-carga e curso de 120 mm.

A Triumph Bonneville T100 parte de R$ 51.490,00, um preço salgado e apesar do bom acabamento. Apenas a lanterna traseira é em LED, por esse preço, a Triumph já poderia trazer um conjunto Full LED. Além do mais, a Triumph disponibiliza uma linha com 150 acessórios premium para você personalizar a T100 do seu jeito. 

A pilotagem é cativante e torna a experiência de guiar a Triumph Bonneville T100 extremamente prazerosa. O estilo clássico, bom acabamento, motor forte e com um ronco grave, essa moto clássica moderna inglesa conquista todos os pilotos, desde os mais jovens até os mais experientes.

 

Reprodução: MOTO.com.br