Conheça as principais arenas dos Jogos Olímpicos de Tóquio

Os Jogos serão realizados em 33 arenas, 11 delas foram construídas especialmente para as Olimpíadas.

Conheça as principais arenas dos Jogos Olímpicos de Tóquio
Estádio Nacional de Tóquio (Japan National Stadium) - Imagem: Reprodução/TimeOut

Os Jogos Olímpicos de Tóquio estão programados para acontecer entre os dias 23 de julho e 8 de agosto de 2021. Você já sabe quais são os principais complexos esportivos da capital japonesa? Os Jogos serão realizados em 33 arenas, 11 delas foram construídas especialmente para as Olimpíadas. Separamos algumas curiosidades sobre elas, confira:

 

1. Estádio Nacional de Tóquio (Japan National Stadium)

O maior estádio e símbolo dos Jogos é o novo Estádio Nacional de Tóquio, construído no mesmo terreno do antigo Estádio Nacional, que sediou os jogos de 1964 e foi demolido em 2015. A reconstrução, que custou cerca de USD 1,5 bilhões, modernizou o estádio e ampliou sua capacidade de 48 mil para 68 mil lugares. 

O local, assinado pelo famoso arquiteto japonês Kengo Kuma, conta com um revestimento externo de bambu e um jardim vertical em sua fachada. O estádio sediará as cerimônias de abertura e encerramento, as competições de atletismo e a final feminina de futebol.

 

Imagem: Behrouz Mehri/AFP/Getty Images

 

2. Ginásio Nacional Yoyogi

Construído originalmente para sediar os eventos aquáticos das Olimpíadas de 1964, o Ginásio dessa vez vai ser a casa dos jogos de handebol. Assinado por Tange Kenzo, é um dos símbolos da arquitetura da cidade.

 

Imagem: Philip Fong/AFP/Getty Images

 

3. Nippon Budokan

O lendário Budokan, que também foi construído para os Jogos de 1964, é conhecido por ter sido palco de grandes concertos musicais. Muitas bandas famosas tocaram por lá, como: Beatles, Queen, Red Hot Chili Peppers, KISS, Deep Purple, Bob Dylan, Iron Maiden, Ozzy Osbourne e Oasis.

Além de eventos musicais, o ginásio também sediou uma luta entre Muhammad Ali e Antonio Inoki. O Budokan vai ser a casa do Judô e do estreante karatê nas Olimpíadas de 2021.

 

Imagem: Kazuhiro Nogi/AFP/Getty Images

 

4. Estádio Internacional de Yokohama

Construído em 1998, o Estádio Internacional de Yokohama virou sinônimo de sucesso para o Brasil no futebol. Em menos de 25 anos de vida, o estádio foi palco do pentacampeonato do Brasil na Copa do Mundo de 2002 e dos triunfos de São Paulo, Internacional e Corinthians no Mundial de Clubes. Nos Jogos de 2021, será o principal palco do futebol e local da final masculina. 

O estádio também foi palco da final da Copa do Mundo de outro esporte, o rúgbi, em 2019, quando a África do Sul venceu a Inglaterra para conquistar seu terceiro título mundial.

 

Imagem: Francois Nel/World Rugby/Getty Images

 

5. Centro Aquático de Tóquio

Construído especialmente para os Jogos de 2021, o complexo será a casa dos esportes aquáticos. Entregue em 24 de outubro de 2020, o estádio sofreu sete meses de atraso por conta da pandemia.

Com capacidade para 15 mil espectadores, o Centro Aquático conta com tecnologia de ponta em suas piscinas, dando uma flexibilidade incrível a elas. Tanto a piscina principal como a secundária são modulares, com paredes e chão móveis. A profundidade também pode ser aumentada ou diminuída em até 3 metros.

 

Imagem: Alessandro Di Ciommo/NurPhoto via Getty Images)

 

Reprodução: Yahoo! Esportes