Empreendedores em busca de um recomeço

O momento exige preparo é necessário que os empreendedores tenham uma nova forma de pensar, agir e entregar nesse novo mundo, pós-pandemia

Empreendedores em busca de um recomeço

Por: Revista Empreenda

Estudo sobre empreendedorismo e acompanho de perto muitos brasileiros que sonham em empreender ou que já estão empreendendo e o que mais vejo é a luta diária desse empreendedor para que consiga alcançar o ponto de equilíbrio em seus negócios. A jornada não é fácil, existem muitos entraves, porém empreendedores que possuem um propósito não desanimam no primeiro ou segundo desafio.

O quadro mundial, nesse momento, não é tão favorável a alguns negócios, por mais que esses empreendedores tenham garra, existe alguns momentos que o desanimo toma conta, isso é natural, afinal, somos seres humanos e estamos vivenciando, além da morte de muitos amigos e parentes, a maior “quebra” de pequenos negócios da história.

Não podemos esquecer, que no Brasil existe uma grande massa de pessoas que não são educadas a empreender, elas não têm conhecimento técnico, contam com sua intuição para gerir seus negócios.

Empreendedores comuns, homens e mulheres que não tiveram outra escolha a não ser empreender, aqueles que abriam seus negócios para simplesmente poder sobreviver, do dia para a noite, viram-se sem nada e pior, sem nenhuma perspectiva a curto prazo. O que resta a esse empreendedor? Buscar forças para encarar o tal RECOMEÇO, recomeçar em outra área, entender qual é a prioridade do seu cliente nesse momento e buscar uma nova forma de atender a essa nova demanda.

As mudanças eram inevitáveis, há algum tempo o mundo vem mudando, algumas pessoas não estavam tendo a chance de mudar com ele, outras pessoas não estavam se permitindo mudar, o problema dessa não mudança é que a cada dia que você destina a ficar focado em sobreviver e não disponibiliza tempo para aprender e buscar novas formas de entregar o seu produto, ou de procurar se reinventar, acredite, é mais um dia dedicado a concretizar o inevitável, seu fracasso. E Infelizmente, a pandemia causada pelo covid-19 acelerou toda essa situação.

A falta de capital de giro, é um dos maiores responsáveis pelo fracasso da maioria dos pequenos negócios, isso é consequência da não capacitação técnica do empreendedor. Ao fracassar, muitos ficam com dívidas, e consequentemente ficam restritos a crédito. Esse novo cenário deixa ainda mais desafiador o recomeço por parte do pequeno e médio empreendedor. Porém, a garra e determinação exercida por muitos deles faz com que não desistam e recomecem, uma pesquisa do SEBRAE, mostra que mais de 45% dos empreendedores que fracassam, voltam a empreender.

É importante frisar que, empreendedores resilientes a empreender nesse novo cenário, pós-pandemia, precisam estar pautados em causar transformação. É preciso, também, buscar formas de atuação que respondam imediatamente as crises que vieram daqui para frente, lembrando sempre de buscar formas de reinvenção constante, o mundo é dinâmico, não dá mais para basear o negócio em coisas, é importante basear os negócios em causas.

Vamos passar por um período economico muito desafiador no Brasil, estar preparado para a retomada dos negocios, ou seja, recomeçar, é também, entender que haverá uma redução no consumo pós-pandemia, não temos previsão de um cenário promissor pelos próximos meses. Além disso, uma das consequências causadas pela pandemia é o desemprego, até o momento, milhões de brasileiros já perderam seus postos de trabalho. A expectativa é que até 2021, essas pessoas migrem para o empreendedorismo, uma vez que será sua única alternativa de renda.

Para você que vai empreender nesse novo cenário, deixo aqui algumas iniciativas básicas, porém importantes para que você desenvolva um negócio mais sustentável daqui para frente.

1. Desenvolva novas habilidades e busque aprimorar suas competências empreendedoras.
2. Faça planejamento trimestral e revise diariamente, esqueça planejamentos anuais por um bom período.
3. Construa sua presença digital, porém não esqueça de causar impacto positivo na entrega.
4. Estimule a experiência do seu cliente, traga significados atrativos em sua jornada de compra.
5. Considere o novo comportamento de distanciamento social em seu negócio, principalmente no canal físico, lembre-se que esse canal de vendas é responsável por encantar ainda mais o cliente.
6. Entenda que o cenário não é favorável economicamente, reduza todos os custos que puder, fortaleça seu caixa e busque fontes de receitas alternativas dentro do seu negócio atual.
7. A pandemia escancarou muitas fraquezas, encontre ali, oportunidade de gerar transformação.
8. Valores estão sendo ressignificados, pergunte ao seu cliente se o que era necessário antes, faz sentido agora, entenda que as necessidades mudam e adapte sua estrutura para entregar o que ele precisa.

É importante que você esteja ciente que o recomeço de sua jornada empreendedora é o COMEÇO de um novo modelo de negócio, para atender um novo tipo de consumidor em um novo mundo, mergulhamos definitivamente no mundo VUCA (volátil, incerto, complexo e ambíguo), o que aprendemos até aqui, nos ajuda, mas não nos leva para frente. O recomeço, a retomada, ou o nome que você estiver dando a esse momento, deve vir contido de nova forma de pensar, agir e entregar.

EMPREENDEDORES EM BUSCA DE UM RECOMEÇO – Empreenda Revista