F1: Chegada da Mercedes a Barcelona revelou parte das atualizações para GP; saiba mais

Carro de Russell chegou a Barcelona após o dia de filmagem em Paul Ricard, onde as novidades foram testadas pela primeira vez

F1: Chegada da Mercedes a Barcelona revelou parte das atualizações para GP; saiba mais

Por: motorsport.com

O GP da Espanha é visto como um momento crítico para a Mercedes na temporada 2022 da Fórmula 1, com a expectativa de que as atualizações planejadas ajudem a desbloquear o potencial que a equipe acredita que existe no W13.

Além disso, com a montadora alemã tendo em mãos os dados da pré-temporada, feita em fevereiro na mesma pista e com uma especificação diferente de sidepod, o fim de semana será crítico para entender se é necessário mudar o conceito do carro.

Após um dia de filmagem em Paul Ricard na quarta, onde a equipe revelou pouco sobre seus planos para Barcelona,  escala das mudanças foi revelada nesta quinta, quando o carro de George Russell chegou ao circuito da Catalunha.

Enquanto a Mercedes retirava o W13 do container, imediatamente ficou óbvio que a equipe tinha algumas cartas guardadas na manga.

Olhando de perto as imagens, dá pra ver que a Mercedes seguiu o exemplo da Aston Martin, e que já foi seguido parcialmente por Ferrari e Red Bull, com a introdução de um design próprio de "asa babador".

Colocado entre a área conhecida como babador e a parte inferior do chassi está essa aleta (seta vermelha, imagem acima), que parece se esticar um pouco além. As equipes de aerodinâmica estão usando essas asas como forma de gerenciar melhor o fluxo de ar nesta região do carro.

Os vórtices gerados por eles são usados para manipular as características dos vórtices da borda, gerados pelo babador abaixo, que é mais estreito pelo regulamento deste ano.

Um dos grandes pontos de conversa do W13 tem sido o porpoising e o papel que o design do assoalho tem nesse sentido. Para a Espanha, a equipe revisou o design da borda do assoalho, adicionando uma asa em forma de foice, presa em três pontos ao longo de seu comprimento por hastes metálicas. 

A forma do assoalho, ao lado da asa na borda, também foram alteradas de forma a incorporá-la, junto de uma seção levantadas mais pronunciada e visível, antes de sangrar no design do assoalho à frente do pneu traseiro. Isso também foi alterado, sem parecer tão ascendente mais.

A equipe também parece buscar a redução do peso do carro de qualquer jeito, já que mudanças na pintura feitas no defletor do pneu e a asa traseira em Miami foram removidas, sem retornar ao status anterior.

Isso não reduz muito o peso, mas a remoção de um pouco de tinta ajudará a chegar mais próximo do mínimo permitido.

F1: Chegada da Mercedes a Barcelona revelou atualizações para GP (uol.com.br)