Guia NBB: Tudo o que você precisa saber sobre o maior campeonato de basquete do Brasil

Prováveis escalações, movimentações, prognósticos, tudo o que a maior competição do basquete brasileiro tem a mostrar é aqui no Guia da Led!

Guia NBB: Tudo o que você precisa saber sobre o maior campeonato de basquete do Brasil

O NBB (Novo Basquete Brasil) começa no sábado (23), já com a reedição da final do ano passado entre São Paulo x Flamengo, as duas maiores forças do nosso basquete. Serão 17 equipes de todo Brasil na disputa do 14º ano da competição. Rio Claro volta a disputar o NBB, enquanto o Campo Mourão deica a disputa mais uma vez. Os gaúchos do União Corinthians estreiam. Abaixo confira uma análise detalhada das 17 equipes.

Bauru Basket

O time que manda seus jogos no ginásio Panela de Pressão, na cidade à noroeste do estado de São Paulo, tem uma boa expectativa para este NBB. Com Guerrinha de volta ao comando da equipe, o time apostou em velhos conhecidos para tentar conquistar o campeonato, maiis uma vez. O dragão venceu o NBB, em 2016/2017 e tenta pelo menos voltar a final. A realidade, no entanto é um time que chegue no máximo, até a semifinal da competição.

Alex Garcia, Gabriel Jaú e Larry Taylor renovaram. Rafaek Hettsheimeir, Enzo Ruiz e Felipe Vezaro voltaram para o dragão. O armador norte-americano chegou, junto com os garotos Danilo e Igor Araújo. Samuel Pará também retornou, mas deve ter menos espaço no elenco. O clube ainda procura no mercado, um jogador para substituir o americano Draper que pediu dispensa, por problemas pessoais. Guerrinha é um treinador experiente e capacitado para tirar o máximo do time.

Elenco:

Armadores: Dontrell Brite e Igor Araújo

Alas-armadores: Larry Taylor, João Guizardi e Samuel Pará

Alas: Felipe Vezaro, Alex Garcia, Danilo Penteado e Enzo Ruiz

Alas-pivôs: Gabriel Jaú

Pivôs: Rafael Hettsheimeir, Lukas Josuel e Silvio Neto

Treinador: Jorge Guerra "Guerrinha"

Provável quinteto titular: Brite, Alex Garcia, Enzo Ruiz, Gabriel Jaú e Hettsheimeir. Sexto-homem: Larry Taylor

Bauru Basket vence Osasco na estreia no Campeonato Paulista | basquete | ge

Brasília

Um dos mais tradicionais times do basquete nacional, deve voltar bem mais forte que nos últimos anos. Na última temporada a equipe foi a lanterna da competição. Mas, com o apoio financeiro de patrocinadores e com a volta ao ginásio Nilson Nelson, o time deve ficar ainda mais forte. Ricardo Oliveira vai comandar o time pela terceira temporada seguida. Dessa vez conta com jogadores mais rodados e com capacidade de levar o Brasília de volta aos play-offs. O time que foi tri-campeão do NBB, em 2010, 2011 e 2012, tenta voltar aos seus melhores dias e esse elenco vai deixar a torcida mais esperançosa por dias melhores.

O clube foi bem agressivo no mercado e trouxe quase um time inteiro novo. Ricardo Fischer veio depois de boas temporadas no Corinthians, para comandar a armação da equipe. Zach Graham e Ronald retornam a equipe onde viveram suas melhores tempos no basquete. O pivô João Pedro, veio do Blumenau, os alas Siaan Rojas e Gustavo Basílio chegaram para compor esse elenco. Gemerson, Pedrinho Rava, Gabriel e o veterano Arthur renovaram com o time da capital federal. Outros garotos completam o elenco.

Elenco:

Armadores: Ricardo Fischer, Pedrinho Rava e Gabriel

Alas-armadores: Enzo, Suassuna e Siaan Rojas

Alas: Zach Graham, Gustavo Basílio e Arthur

Alas-pivôs: Gemerson, Agapy e Cadu

Pivôs: Ronald e João Pedro

Treinador: Ricardo Oliveira

Provável quinteto titular: Ricardo Fischer, Siaan Rojas, Zach Graham, Gemerson e Ronald. Sexto-homem: Pedrinho Rava

Brasília Basquete intensifica treinos visando estreia no NBB 2021/2022

Caxias do Sul

O time do sul do país vem para sua segunda temporada consecutiva no NBB. O desafio será o de voltar a disputar os play-offs, assim como foi na temporada passada. O clube sonha em repetir sua melhor campanha no NBB, o sexto lugar da temporada 2017/2018, quando teve que interromper o projeto. Aoesar da pandemia o time conseguiu voltar ao cenário nacional e promete ficar mais tempo, dessa vez. Rodrigo Barbosa segue comandando a equipe Caxiense. Para esta temporada a meta é voltar a disputar os play-offs, o time tem qualidade para brigar por isso, entre 10º e 12º lugar é totalmente possível para o Caxias do Sul.

No mercado o time perdeu alguns de sesu destaques como Túlio da Silva, Nico Ferreyra, Pedro Teruel e Antônio. Eddy, Pedro Mendonça, Dida e Rafa Stabile renovaram. Humberto, Rafa Oliveira, Wesley Sena e os argentinos Esteban Cantarutti e Alejo Montes chegaram. Cauê Verzola, que fez parte daquela histórica campanha pela equipe, voltou para ser o armador titular do Caxias. Outros garotos completam um elenco interessante.

Elenco:

Armadores: Antônio de Martini, Elias Oliveira e Esteban Cantarutti

Alas-armadores: Cauê Verzola, Marco Krebs, Alejo Montes e Pedro Mendonça

Alas: Augusto de Martini, Shaw, Humberto e Eddy

Alas-pivôs: Paixão, Rafa Oliveira e Rubinho

Pivôs: Andrew, Wesley Sena e Dida

Treinador: Rodrigo Barbosa

Provável quinteto titular: Cauê Verzola, Alejo Montes, Eddy, Rafa Oliveira e Wesley Sena. Sexto-homem: Humberto

Caxias Basquete apresenta oficialmente o grupo de atletas para o NBB  2021/2022 | Pioneiro

Cerrado Basquete

O outro time de Brasília que vai disputar a segunda temporada no NBB, aposta em um time com algumas mudanças no elenco. Agora jogando em seu ginásio, sem dividir com o Brasília, pode criar mais identificação com o torcedor local. Bruno Lopes segue no comando do time e tenta levar o alvi-verde para os play-offs pela primeira vez. O clube tem time para sonhar com uma das últimas vagas para os play-offs, se os reforços e o estilo de jogo encaixarem, mais que isso, seria um exagero pensar.

No mercado o time buscou os armadores Kenny Dawkins, que veio do São Paulo e Stefano Pierotti, que foi um dos destaques do Campo Mourão na temporada passada. Ainda foram buscar o Rafa Moreira, que estava no Minas, o pivô Rômulo Gusmão, que jogava na Argentina. Ruan veio emprestado do Flamengo e o ala Isaac Thornton chegou depois de muito destaque pelo Pato Basquete. Paulo Lourenço, John, Daniel von Haydin e Sérgio renovaram e vão para mais uma temporada com a equipe candanga.

Elenco:

Armadores: Stefano Pierotti, Robsinho e Kenny Dawkins

Alas-armadores: Luis Felipe e Daniel von Haydin

Alas: Isaac Thornton, João Marcos, John e Paulo Lourenço

Alas-pivôs: Rafa Moreira e Ruan

Pivôs: Sérgio e Rômulo Gusmão

Treinador: Bruno Lopes

Provável quinteto titular: Dawkins, Paulo Lourenço, Thronton, Rafa Moreira e Sérgio. Sexto-homem: Stefano Pierotti

Cerrado Basquete avança na montagem do elenco para o NBB 21/22

Corinthians

O timão tenta fazer a boa campanha do ano passado e gastar menos. Com muitos garotos para se desenvolver, o retorno do ídolo e um treinador muito capaz. Léo Figueiró é a principal novidade desse reformulado Corinthians. Depois de ir muito bem no Botafogo e uma passagem discreta no Bauru, Léo Figueiró desembarcou no Parque São Jorge para fazer o basquete corintiano continuar forte. O 6º lugar da última temporada, pode ser repetido tranquilamente, mas a concorrência ficou mais acirrada nesta temporada. 

No mercado o timão foi bem discreto. Conseguiu repatriar o "gringo da favela" Zoom Fuller, após uma rápida passagem pelo México. Renovou com Pedro Nunes, Lucas Pipoca, Malcolm Miller e Renato Carbonari. A ausência de Ricardo Fischer ainda é sentida. O argentino Diego Figueredo chegou para a armação e Paranhos chegou para o garrafão. Não é descartada a chegada de pelo menos mais um jogador para reforçar a equipe para o NBB.

Elenco:

Armadores: Jean, Dalacqua e Diego Figueredo

Alas-armadores: Pedro Nunes e Fuller

Alas: Malcolm Miller, Calderon e Brandão

Alas-pivôs: Yan e Lucas Siewert

Pivôs: Paranhos, Renato Carbonari e Ludwig

Treinador: Léo Figueiró

Provável quinteto titular: Diego Figueredo, Fuller, Malcolm Miller, Lucas Siewert e Paranhos. Sexto-homem: Pedro Nunes

Gringo da Favela, Zoom Fuller está de volta ao Corinthians Basquete

Flamengo 

O atual bicampeão é maior vencedor do NBB, com 6 conquistas, continua sendo uma grande força, mesmo com a perda do ídolo Marquinhos. O time, ao lado do São Paulo, são as maiores forças do basquete brasileiro. O clube continua montando grandes elencos, mesmo que tenha mudado mais que em anos anteriores. Gustavo de Conti, segue a frente do rubro-negro e agora também é treinador da seleção brasileira de basquete masculino. Gustavinho é um gênio como treinador e por isso, nunca pode se destacar o Flamengo. Mais uma vez o objetivo é ser campeão de tudo.

No mercado o time se mexeu. Mesmo perdendo o ídolo Marquinhos, o pivô Hettsheimeir e o ala Jhonatan o clube se reforçou. Dar Tucker e Brandon Robinson, dois dos melhores alas das Américas chegaram. Balbi, Rafael Mineiro, Yago, Olivinha e Luke Martinez renovaram. Túlio da Silva voltou de empréstimo, JP Batista voltou ao clube e Fabian Sahdi chegou. O ex-NBA, Vitor Faverani acertou seu retorno às quadras. O time segue muito forte!

Elenco:

Armadores: Yago, Matheus Leoni, Balbi e Fabián Sahdi

Alas-armadores: Dar Tucker e Luke Martínez

Alas: Dilber, Túlio da Silva e Brandon Robinson

Alas-pivôs: Olivinha, Rafael Rachel e Emanuel

Pivôs: Rafael Mineiro, JP Batista e Vitor Faverani

Treinador: Gustavo de Conti

Provável quinteto titular: Balbi, Dar Tucker, Brandon Robinson, Olivinha e Rafael Mineiro. Sexto-homem: Yago

Eles estão de volta! Basquete do Flamengo inicia pré-temporada nesta  segunda-feira - Flamengo | Coluna do Fla

Fortaleza Basquete Cearense

O segundo ano da parceria entre o tradicional Basquete Cearense e o Fortaleza, clube de futebol tem tudo para seguir com sucesso. O time cearense manteve a base do ano passado e trouxe reforços pontuais e interessantes. Alberto Bial vai para sua segunda temporada seguida no CarcaLaion. Ano passado a equipe poderia ter ido mais longe, senão fosse a lesão de Desmond Holloway, melhor jogador da equipe. O sonho é repetir a melhor campanha da equipe, lá em 2015/2016, quando ficou na sexta posição do NBB. O sexto lugar parece algo um pouco distante, o time é bom, mas não tanto. É um time para classificar para os play-offs entre 9º e 12º lugar, se encaixar muito bem, pode sonhar com algo melhor.

No mercado o time demorou bastante para se movimentar. Apesar de tudo, manteve Holloway, Felipe, Rashuan e Sualisson. Davi Rossetto retorna ao time. Ansaloni, Morillo e Pedro Teruel chegaram na capital cearense. Não é descartada a contratação de um novo pivô. Garotos da base completam a rotação.

Elenco:

Armadores: Davi Rossetto, Lassance e Pedro Lobo

Ala-armador: Pedro Teruel

Alas: Rashaun, Sualisson, Gabriel, Holloway e Morillo

Ala-pivô: Felipe

Pivôs: Samuel e Ansaloni

Treinador: Alberto Bial

Provável quinteto titular: Davi Rossetto, Holloway, Morillo, Felipe e Ansaloni. Sexto-homem: Rashaun

O desafio de Holloway e do Fortaleza Basquete Cearense para esta temporada  do NBB - Esporte Clube Basquete

Franca

O tradicional time da capital do basquete segue muito forte. O clube contratou os dois últimos MVPs do NBB. Helinho vai para a quinta temporada no comando do time. O clube foi vice-campeão paulista neste ano, mas segue sendo um dos principais candidatos ao título do tão sonhado NBB. Apesar de muito tradicional no basquete, o clube francano jamais venceu o NBB, sendo assim, alvo de piadas dos adversários. Para este ano, o título pode vir, porque o elenco é qualificado para isso. Ao lado de Flamengo e São Paulo é um dos favoritos.

O mercado francano foi bem ativo. O clube trouxe Georginho e Lucas Mariano, os dois últimos MVPs do NBB, jogando pelo São Paulo. David Jackson voltou depois de uma temporada no Minas. Quem voltou também foi o ala Jhonatan que foi campeão da competição por Paulistano e Flamengo. O argentino Santiago Scala, chegou para ser um gatilhaço da linha de 3 pontos. Lucas Dias renovou, assim como os promissores Márcio e Adyel. O resto do elenco é composto pelos garotos. Mais um movimento pode ser feito para reforçar o elenco para o NBB.[

Elenco:

Armadores: Adyel e Georginho

Alas-armadores: Reynan, Scala e Zu Jr.

Alas: Jhonatan, David Jackson, Du Klafke, Léo Abreu e Vitor

Alas-pivôs: Márcio, Edu Marília, Lucas Dias e Nascimento

Pivôs: Vitor Hugo, João Paulo e Lucas Mariano

Treinador: Helinho Garcia

Provável quinteto titular: Georginho, Scala, David Jackson, Lucas Dias e Lucas Mariano. Sexto-homem: Jhonatan

Notícias - Sesi Franca Basquete

Minas TC

O tradicional time mineiro vem para mais uma temporada com um elenco muito forte e que pode buscar o título da competição. Porém, o time segue trocando o elenco a cada temporada, fator que é prejudicial em relação aos seus concorrentes. Léo Costa vai para terceira temporada no comando do time minastenista. A melhor campanha da história foi alcançada na temporada passada com o 3º lugar do NBB. Uma posição como essa, pode ser alcançada com facilidade, no entanto viu Franca e São Paulo melhorarem seus times e com isso a missão não é tão simples. Mas a semifinal é totalmente possível.

O Minas foi ao mercado e apostou na reformulação da equipe. Alexey Borges veio do Bauru, para cuidar da armação do time. O pivô Maique chegou vindo do Paulistano e o ala-pivô Renan Lenz trocou o São Paulo pelo Minas. Gui Deodato retornou para o time mineiro. O bahamense Tavario Miller, veio do Boca Juniors e o armador argentino Fernando Corvallán veio da Espanha. O ala-pivô Queiroz renovou seu contrato, assim como a grande promessa do basquete brasileiro, Gui Santos. Shaquille Johnson foi mais um a renovar. O elenco é completado pelos garotos da base. Ainda pode chegar mais um jogador para a equipe.

Elencos:

Armadores: João Prado, Alexey, Samuel e Fernando Corvallán

Ala-armador: Gui Santos

Alas: Gui Deodato, Tiago Dias e Shaquille Johnson

Alas-pivôs: Renan Lenz, Daniel e Queiroz

Pivôs: Tavario Miller, Maique e Augusto

Treinador: Léo Costa

Provável quinteto titular: Alexey, Gui Deodato, Shaquille Johnson, Renan Lenz e Maique. Sexto-homem: Gui Santos

Minas vence o Cerrado em preparação para a temporada 2021/2022 - Basquete  Todo Dia

Mogi

O tradicional time do interior de São Paulo vem para uma temporada diferente. Com dívidas e uma crise financeira instaurada, o Mogi tratou de economizar e montar um time dentro das possibilidades. Guerrinha deixou o comando técnico da equipe e Danilo Padovani voltou ao banco de reservas. O time deve ter uma temporada discreta, disputando uma das vagas aos play-offs. A melhor campanha do time foi o vice-campeonato de 2017/2018, ao perder a final para o Paulistano. Essa campanha não deve ser repetida este ano, mas há boas peças para chegar aos play-offs sem muitos problemas.

O mercado mogiano foi com poucos movimentações, mas com uma manutenção importante, o ala-pivô Wesley, mesmo assediado, ficou em Mogi. Fúlvio, Lessa, Fabrício, Douglas Santos e Wesley Mogi também renovaram. Lucas Lacerda voltou, depois de uma temporada no Pato e Thiago Mathias veio do Fortaleza. Os garotos da base completam o elenco que é mediano, mas pode encaixar.

Elenco:

Armadores: Fúlvio, Ziggy, Lucas Lacerda e Eduardo

Ala-armador: Lessa

Alas: Colina, Leandro, Mogi e Renan

Alas-pivôs: Wesley Castro, Douglas Santos e Fabrício

Pivôs: Felipe e Thiago Mathias

Treinador: Danilo Padovani

Provável quinteto titular: Fúlvio, Lessa, Douglas Santos, Wesley Castro e Thiago Mathias. Sexto-homem: Lucas Lacerda

Mogi estreia na temporada 2021/22 do NBB contra o Paulistano; veja a tabela  | nbb | ge

Pato Basquete

O time de Pato Branco vem para o terceiro ano no NBB. Apostando sempre em jogadores jovens o clube paranaense conseguiu alcançar os play-offs pela primeira vez na sua história. Dedé Barbosa segue no comando do jovem time paranaense. A equipe pode até conseguir repetir sua última campanha, mas não será fácil. Os times que não se classificaram melhoraram e tem ainda mais um estreante. Mas quem pode tirar a esperança deste time? 

O mercado do Pato demorou um pouco para acontecer, mas o time dentro das suas possibilidades trouxe bons nomes. Conseguiu manter Matheusinho, Leal, Derrick, Gabriel Severlin, Augusto, Aquiles e Paulo Scheuer. Dois dos destaques da equipe saíram, Thornton e Funches deixaram o time. Chegaram Mateo Bolívar, Rafael Paulichi, Gemadinha, Matheus Maciel e Camargo, os dois últimos emprestados pelo Flamengo. Fato é que a equipe segue sendo bem corajosa e apostando em jovens de potencial.

Elenco:

Armadores: Augusto, Matheusinho e Mateo Bolívar

Alas-armadores: Gemadinha, Camargo e Derrick

Alas: Aquiles e Gabriel Severlin

Alas-pivôs: Paulo Scheuer e Rafael Paulichi

Pivôs: Leal e Matheus Maciel

Treinador: Dedé Barbosa

Provável quinteto titular: Augusto, Mateo Bolívar, Gabriel Severlin, Paulo Scheuer e Leal. Sexto-homem: Matheusinho

Pato Basquete anuncia contratações e renovações visando a temporada  2021/2022 – Liga Nacional de Basquete

Paulistano

O tradicional clube de São Paulo vem para tentar repetir a campanha da última temporada. O quarto lugar foi uma posição muito honrosa e surpreendente. Poré, houve uma estranha troca de treinador, com Régis Marrelli deixando o comando da equipe para Demétryus Ferracciu assumindo o comando da equipe. O campeão de 2017/2018 não deve repetir a façanha nesta temporada. O time perdeu alguns jogadores e o rendimento no paulista não foi o esperado, mas ainda deve brigar pelas primeiras vagas dos play-offs, ali entre 5º e 7º lugar. 

O mercado foi interessante, mesmo perdendo Deryk, Maique e Jimmy, o time foi buscar Danilo Fuzaro, o sérvio, Nino Celebic e Arthur Bernardi. Du Sommer, Cauê Borges, Ruivo, Lucas Dória, Anderson e Victão renovaram seus contratos. Um armador para o NBB é procurado desde o campeonato paulista e ainda pode chegar. Os garotos da ótima base do Paulistano devem ganahr mais chances.

Elenco:

Armadores: Ruivo, Buiú, Beto e Viniciús

Alas-armadores: Nino Celebic e Lucas Atauri

Alas: Jonatan, Anderson Barbosa, Cauê Borges, Danilo Fuzaro, Daniel e Victorino

Alas-pivôs: Du Sommer, Brunão, Victão e Arthur Bernardi

Pivôs: Lucas Dória, Rafael, Murilo e André

Treinador: Demétryus Ferracciú

Provável quinteto titular: Ruivo, Cauê Borges, Danilo Fuzaro, Arthur Bernardi e Lucas Dória. Sexto-homem: Nino Celebic

Após a semifinal no último NBB, o que esperar do Paulistano?

Pinheiros

Outro tradicional time paulistano e grande revelador de talentos, o Pinheiros vem para uma temporada diferente do ano passado. Depois de não se classificar para os play-offs e com um elenco bem jovem e apertando os cintos nos investimentos, o clube voltou a investir, sem perder os seus talentos. David Pelosini continua à frente do comando do time da zona sul da capital. A melhor temporada do Pinheiros. O clube não costuma fazer campanhas tão boas assim, mas já conseguiu bater terceiro lugar, duas vezes, em 2010/2011 e 2011/2012. Nesta temporada, o clube deve chegar nos play-offs e inclusive ser um dos times que lute por mando de quadra, o campeonato paulista foi muito bom e os garotos podem evoluir mais ainda.

O mercado pinheirense foi agitado! Gui Abreu, Dikembe, Coleman, Deryk, Jefferson e Lucas Cauê chegaram. Os garotos permaneceram e o time é bem mais encorpado que da temporada passada. Com jogadores bem experientes e acostumados a decidir jogos. O time deve dar trabalho para as maiores forças, ainda mais com os garotos evoluindo mais. Olho no Pinheiros!

Elenco:

Armadores: Gabriel Campos, Tico Faria e Capela

Alas-armadores: Deryk e Buffat

Alas: Danilo Sena, Coleman, Jamison Júnior, Gui Abreu e Silva

Alas-pivôs: Jefferson e Rafael Munford

Pivôs: Lucas Cauê, Dikembe, Dani Moreira e Maicon Douglas

Treinador: David Pelosini

Provável quinteto titular: Deryk, Buffat, Coleman, Jefferson e Dikembe. Sexto-homem: Gabriel Campos

Basquete - Esporte Clube Pinheiros

Rio Claro

O clube do interior de São Paulo volta suas atividades, depois de um ano afastado. Com todo o esforço feito por empresários da região e pela diretoria, o clube conseguiu voltar para o NBB. Fernando Penna voltou para ser o comandante do time. Muitos reforços chegaram, nomes interessantes que podem fazer o time sonhar com uma vaga aos play-offs, ainda mais com Fernando Penna tendo tempo para desenvolver e entrosar este novo elenco. Com os reforços, o time deve entrar forte na briga por uma vaga na pós-temporada.

O mercado foi bem agitado, obviamente! Montando um time do zero, chegaram muitos novos jogadores. Vinicius Pastor, Arthur Pecos, Jackson, Diego, Cassiano, Lucão, Douglas Nunes, Rodrigues e Figueroa chegaram. Jalen Jones, que já defendeu o São Paulo, voltou ao Brasil. O ala Betinho foi a cereja do bolo e chegou para ser o pontuador e grande líder do elenco. 

Elenco:

Armadores: Arthur Pecos, Figueroa e Cassiano

Ala-armador: Jalen Jones

Alas: Betinho, Jackson e Vinicius Pastor

Alas-pivôs: Diego, Arthur e Rodrigues

Pivôs: Lucão e Douglas Nunes

Treinador: Fernando Penna

Provável quinteto titular: Arthur Pecos, Figueroa, Betinho, Vinicius Pastor e Douglas Nunes. Sexto-homem: Diego

Confirmado no NBB-14 diretoria do Leão anuncia novo patrocinador - Jornal  Cidade RC

São Paulo

O campeão paulista de basquete, venceu seu primeiro título desde a volta do projeto. Depois de bater na trave duas vezes, na temporada passada, ao ser vice do Super 8 e do NBB. Mas, montou um time para fazer frente ao Flamengo e se colocar de vez como uma das forças nacionais. Cláudio Mortari dispensa apresentações e segue no comando do tricolor. O São Paulo sem sombra de dúvidas é o grande favorito do NBB, ao lado do Flamengo. Será que teremos revanche este ano?

O mercado tricolor foi muito agitado, após perder Georginho e Lucas Mariano e abrir mão de Renan Lenz e Jeferson. O time foi às compras e trouxe nada mais, nada menos que Marquinhos e Bruno Caboclo, dois jogadores com passagem na NBA e pela seleção brasileira. Elinho, Tyrone, Alex Dória, Caio Torres, Lucas Bebê e Coelho chegaram no tricolor. Isaac, Bennett e Shamell renovaram e o elenco segue fortíssimo. Não é impossível que mais um nome chegue para compor esse elenco estelar.

Elenco:

Armadores: Elinho, Coelho e Eugeniuz

Alas-armadores: Bennett e Pedro Rodrigues

Alas: Marquinhos, Shamell, Isaac, Igor e Vitinho

Alas-pivôs: Alex Dória, Tyrone e Bruno Caboclo

Pivôs: Lucas Bebê, Caio Torres, Kauan e Enrico

Treinador: Cláudio Mortari

Provável quinteto titular: Elinho, Bennett, Marquinhos, Bruno Caboclo e Tyrone. Sexto-homem: Shamell

São Paulo anuncia a contratação de Marquinhos – Liga Nacional de Basquete

União Corinthians

O estreante deste NBB é o gaúcho União Corinthians, depois de vencer o brasileiro da CBB, em março, o time se mobilizou e alcançou o direito de disputar a principal competição do basquete nacional. Athos Caldelaro segue como treinador. O projeto é promissor, o time que foi tradicional na década de 90, voltou no início de 2015 e focou no desenvolvimento do basquete na base e foi galgando o caminho até este passo. Sem dar um passo maior que a perna, o time tem suas qualidades e pode até brigar por uma das últimas vagas aos play-offs, mas, claro que na primeira participação pode não acontecer. NBB é uma competição que merece paciência e tempo para decolar.

O time apostou na base campeã do brasileiro da CBB e trouxe jogadores rodados experientes para deixar o time com mais cara de NBB. Os veteranos Teichmann, Gruber e Leozão chegaram. Caferatta seguiu na equipe, assim como Lelê e Ícaro Parisotto. Dois americanos vindo do College chegaram e são uma esperança. O restante do elenco é composto por garotos.

Elenco:

Armadores: Lucas Machuca, Enzo Caferatta e Sérgio Montipó

Alas-armadores: Leo Assmann e Ícaro Parisotto

Alas: Rafael Previatti, Gillard e Simms

Alas-pivôs: Lelê, Salatiel e Gruber

Pivôs: Teichmann, Leozão, João Marcos e Malachias

Treinador: Athos Caldelaro

Provável quinteto titular: Caferatta, Gillard, Simms, Gruber e Teichmann. Sexto-homem: Lucas Machuca

União Corinthians estreia em outubro no NBB – GAZ – Notícias de Santa Cruz  do Sul e Região

Unifacisa

O time de Campina Grande depois de uma temporada um pouco decepcionante pelo investimento feito. Reformulou o time por completo e apostou em um elenco mais coeso e com menos nomes de impacto. César Guidetti montou o time da forma que gostaria, depois de ter chegado com o NBB começado na temporada passada. Este ano, deve chegar aos play-offs e dependendo do encaixe que o time tenha, pode brigar até por mando de quadra na pós-temporada. A volta ao seu ginásio pode dar um gás a mais para o time.

O mercado foi bem agitado, nenhum dos principais jogadores ficou. Um time totalmente novo vai tentar fazer a Unifacisa sonhar com vôos mais altos. André Góes, Jimmy, Crescenzi, Antônio, Hubner e Gerson chegaram. Os estrangeiros Trevor Gaskins e David Cubillán foram duas adições que podem fazer o time paraibano a sonhar alto.

Elenco:

Armadores: David Cubillán, Lucas Rocha e Raviery

Ala-armador: Trevor Gaskins

Alas: Crescenzi, Jimmy, André Góes, KD, Luigi e Lucas Batista

Alas-pivôs: Antônio e Vitor

Pivôs: Gerson, Alexandrino e Guilherme Hubner

Treinador: César Guidetti

Provável quinteto titular: Cubillán, Trevor Gaskins, André Góes, Antônio e Guilherme Hubner. Sexto-homem: Jimmy

Basquete Unifacisa inicia treinos da pré-temporada que antecede o Novo  Basquete Brasil 2021/2022 | nbb | ge

Esse foi o guia NBB! Para mais informações, no nosso portal e no Apita Rock, de segunda a sexta, das 12h às 14h!