Jack Dorsey, criador do Twitter, usa Radiohead para apoiar compra de Elon Musk

"Este é o caminho certo... eu acredito com todo o meu coração", declarou o cofundador da rede social

Jack Dorsey, criador do Twitter, usa Radiohead para apoiar compra de Elon Musk

Por: Tenho mais discos que amigos

O cofundador e ex-CEO do Twitter Jack Dorsey se manifestou sobre a compra da plataforma feita por Elon Musk por US$44 bilhões.

Na noite desta segunda-feira (25), Dorsey utilizou a rede social que ele costumava administrar para reafirmar seu amor pelo Twitter e comentar a nova aquisição de Musk.

Ele iniciou sua série de posts sobre o assunto compartilhando a música do Radiohead “Everthing In Its Right Place” (que em tradução livre significa “Tudo está em seu devido lugar”) e descreveu que o Twitter “é a coisa mais próxima que temos de uma consciência global”. Ele acrescentou:

"A ideia e o serviço são tudo o que importa para mim, e farei o que for preciso para proteger ambos. O Twitter como empresa sempre foi meu único problema e meu maior arrependimento. Foi propriedade de Wall Street e do modelo de anúncio. Retomá-lo de Wall Street é o primeiro passo correto."

Caso todos os donos de ações do Twitter aprovem a transação e o acordo seja concluído, Dorsey deve receber US$978 milhões em dinheiro, segundo o The Hollywood Reporter.

Jack Dorsey, Elon Musk e venda do Twitter
Dando continuidade aos seus comentários, o cofundador da rede social apontou uma de suas preocupações com a plataforma e afirmou que Musk é a única solução na qual confia:

"Em princípio, não acredito que ninguém deva possuir ou administrar o Twitter. Ele quer ser um bem público a nível de protocolo, não uma empresa. Resolvendo o problema de ser uma empresa, no entanto, Elon é a única solução em que confio. Confio em sua missão de estender a luz da consciência."

Dorsey destaca que a meta de Musk de criar uma plataforma que tenha “máximo de confiança” e seja “amplamente inclusiva” é correta e aponta que este também é o objetivo do atual CEO do Twitter, Parag Agrawal. Ele acrescentou:

"Obrigado a ambos por tirarem a empresa de uma situação impossível. Este é o caminho certo… eu acredito com todo o meu coração."

Otimista com os próximos passos do Twitter sob os cuidados de Elon Musk, Dorsey finalizou dizendo:

"Estou tão feliz que o Twitter continuará servindo à conversa pública. Ao redor do mundo e nas estrelas!"

Jack Dorsey fundou o Twitter em 2006 ao lado de Evan Williams, Biz Stone e Noah Glass. Em Novembro de 2021, ele deixou o cargo de CEO da empresa.
 

Jack Dorsey, criador do Twitter, usa Radiohead para apoiar compra de Elon Musk - TMDQA! (tenhomaisdiscosqueamigos.com)