Membros do Journey chegam a 'acordo amigável' após batalha judicial

Ex-integrantes do grupo foram acusados ​​de tramar uma tentativa 'mal concebida' de assumir o nome da banda.

Membros do Journey chegam a 'acordo amigável' após batalha judicial
Créditos: Travis Shinn

A disputa legal entre Neal Schon e Jonathan Cain e os ex-membros do Journey Ross Valory e Steve Smith chegou ao fim.

Em março de 2020, Neal Schon e Jonathan Cain demitiram o baixista de longa data Ross Valory e o baterista Steve Smith após eles supostamente tentarem encenar um "golpe de estado corporativo" para obter o controle de uma das entidades de negócios do Journey, a Nightmare Productions. Os ex-membros foram acusados ​​de tramar uma tentativa “mal concebida” de assumir o nome da banda.

Após a demissão, Schon e Cain reivindicaram uma indenização de US$ 10 milhões, afirmando que os ex-integrantes do grupo "destruiram a química, a coesão e o relacionamento necessário para a banda seguir em frente". 

Valory respondeu ao processo com documentos legais no Tribunal Superior do condado de Contra Costa, na Califórnia, e chamou as alegações de "infundadas" e "ultrajantes", afirmando que acusações causaram a ele "severo sofrimento emocional".

Felizmente, agora todas as diferenças foram colocadas de lado. Um comunicado divulgado pela Q Prime, administradora do Journey, disse:

'Os membros da banda Journey que foram partes de um processo recente (Neal Schon, Jonathan Cain, Steve Smith e Ross Valory) têm o prazer de anunciar que resolveram suas diferenças e chegaram a um acordo amigável. Neal Schon e Jonathan Cain reconhecem as valiosas contribuições que Ross Valory e Steve Smith deram à música e ao legado do Journey. Ross Valory e Steve Smith desejam o melhor a seus ex-companheiros de banda e muito sucesso no futuro. O Journey espera continuar em turnê e fazer novas músicas para seus fãs ao redor do mundo".

Como a declaração confirma, Valory e Smith não permanecem mais no grupo. Em maio de 2020, a banda anunciou que estava trazendo de volta seu ex-baixista e jurado do American Idol Randy Jackson, e também deu boas-vindas ao novo integrante Narada Michael Walden, baterista vencedor do Grammy.