Morre David Donato, ex-vocalista do Black Sabbath

O cantor é conhecido por sua passagem relâmpago pela banda.

Morre David Donato, ex-vocalista do Black Sabbath

Morreu, aos 66 anos de idade, o vocalista de heavy metal David Donato, conhecido por seu breve envolvimento com o Black Sabbath.

A informação foi confirmada ao site Whiplash.Net pelo jornalista Marcelo Vieira, em contato com uma fonte próxima ao cantor. A causa da morte não foi divulgada. Segundo o artigo de David Donato na Wikipédia, o cantor faleceu no dia 02 de fevereiro de 2021, após uma longa enfermidade. Donato deixou a vida pública no início da década de 90.

Em 1984, o cantor fez alguns testes para ser o substituto de Ian Gillan, que deixou o Black Sabbath para retornar ao Deep Purple. Donato gravou várias demos com a banda, dentre elas a canção No Way Out”, publicada na internet alguns anos atrás. Essa demo é uma versão inicial do que viria a ser a música “The Shining” do álbum The Eternal Idol (1987).

 

 

Porém, David Donato deixou a banda em 1985. De acordo com a versão oficial, os músicos não gostaram do resultado das sessões produzidas por Bob Ezrin. Porém, há rumores de que uma entrevista concedida por Donato à revista Kerrang! desagradou a banda. Os integrantes teriam considerado como “horríveis” as declarações do cantor.

Depois do Sabbath, Donato se juntou à White Tiger, banda de glam metal formada por Mark St. John,  ex-guitarrista do KISS. O projeto rendeu apenas um disco, White Tiger, de 1986. Em 1990, Donato se juntou ao The Keep, grupo fundado pelos ex-membro do KISS Peter Criss e Mark St. John, seu ex-companheiro da White Tiger. A banda se apresentou em público apenas uma vez. Desde então, Donato abandonou o ramo musical.