Problemas técnicos e financeiros impedem Dio de estar entre nós (Virtualmente)

Wendy Dio explica em detalhes esses problemas e o que será necessário pra que ocorra a James Dio Hologram Tour

Problemas técnicos e financeiros impedem Dio de estar entre nós (Virtualmente)

Wendy Dio falou recentemente sobre os problemas que enfrentou com o holograma polarizador de Ronnie James Dio. Devido a muitos aspectos técnicos e financeiros, o escopo de uma turnê em holograma tornou-se extremamente limitado e a tecnologia é uma das peças que impedem o projeto, deixando à todos "em espera".

A Dio Hologram fez sua estreia nos EUA no Pollstar Awards de 2017. Embora o holograma parecesse bastante impressionante no YouTube, a turnê resultante foi marcada por críticas mistas e problemas financeiros. "Nos custou mais de US$ 2 milhões para fazer e não sei quando vamos recuperar isso", disse Wendy Dio em uma entrevista em 2021.

Em conversa com Gastão Moreira, Wendy mergulhou ainda mais nas questões do holograma. "[O holograma] foi bem recebido às vezes, às vezes não; tudo depende do povo. O problema com o holograma, que é ótimo - e eu não vou dizer nunca mais - mas tem um custo altissímo, você só pode ir para certos locais por causa da altura dele e do tamanho dele. É muito caro viajar, então não pudemos vir para o Brasil, não pudemos vir para a América do Sul, não pudemos ir para o Japão, não poderíamos ir para a Europa com isso. Então isso é algo limitante.

Em vez de um holograma, a próxima turnê de Dio será baseada em efeitos especiais. "Então, vamos sair no próximo ano em março - a banda Dio vai sair novamente - mas desta vez eu encontrei um filme ISO, uma filmagem de 17 câmeras, há um ISO um só de Ronnie", diz Wendy. "Então nós pegamos isso, e então faremos com efeitos especiais. Portanto, não será um holograma - será um filme do próprio Ronnie com a banda Dio ao vivo e efeitos especiais. Então, estamos trabalhando nisso."

Durante uma entrevista em 2017, o criador do holograma Dio, Jeff Pezzuti, reagiu às críticas que o projeto recebeu. "Quando comecei a ver a coisa ética [online], eu disse: 'Bem, eles não estão compreendendo o que estamos tentando fazer. 'Esta é uma celebração de Ronnie James Dio. Isso não é sobre - Ei, vamos colocar Ronnie no palco e apenas cobrar as pessoas um monte de dinheiro - Não é nada disso. Sua música é importante para toda uma legião de fãs ao redor do mundo... Se um artista não está em turnê, ninguém vai saber quem ele é."

O CEO da Eyellusion continuou: "Quando vejo os detratores, fico surpreso. Os fãs de Dio, para mim, são os que realmente devem abraçar isso e entender que está vindo de um bom lugar, não vem de um lugar corporativo."