Richie Faulkner, do Judas Priest, hospitalizado por problema cardíaco Restante da turnê nos EUA é adiada

Restante da turnê nos EUA é adiada

Richie Faulkner, do Judas Priest, hospitalizado por problema cardíaco Restante da turnê nos EUA é adiada

As lendas britânicas do heavy metal Judas Priest adiaram o restante de sua turnê nos EUA devido a "grandes problemas de saúde" sofridos pelo guitarrista Richie Faulkner.

Produzido pela Live Nation, a turnê remarcada de 50 Heavy Metal Years começou em 8 de setembro em Reading, Pensilvânia, e estava programada para ser realizada até outubro antes de terminar em 5 de novembro em Hamilton, Ontário.

O show mais recente do Judas aconteceu domingo à noite (26 de setembro) no festival Louder Than Life em Louisville, Kentucky. A próxima data da banda foi originalmente marcada para quarta-feira (29 de setembro) no Mission Ballroom em Denver, Colorado.

Na manhã de segunda-feira, 27 de setembro, a banda divulgou a seguinte declaração através do publicitário de longa data Chipster PR: "É com profundo pesar que temos que adiar o resto de nossa turnê nos EUA. Richie Faulkner tem grandes problemas cardíacos que o levaram ao hospital onde está sendo tratado. Enquanto isso, estamos todos enviando amor ao nosso Falcão para desejar-lhe uma rápida recuperação".

"Assim que recebermos qualquer atualização de seus médicos sobre quando será possível reagendar as datas, é claro que as anunciaremos - os ingressos serão válidos".

Faulkner juntou-se ao Priest em 2011 como o substituto do guitarrista original K.K. Downing.

Richie já foi guitarrista do grupo de apoio de Lauren Harris, filha do baixista do Iron Maiden, Steve Harris.

Durante um bate-papo por vídeo online em 2019, Faulkner foi questionado sobre qual era sua maior insegurança ao ingressar no Judas há 10 anos. Ele respondeu: "Eu acho que foi o fato de que é uma audiência global e é uma banda que significa muito para milhões de pessoas em todo o mundo, e você é, de repente, empurrado aos olhos do público. E, claro, isso traz alguma insegurança. Mas você só tem que entrar e fazer o seu melhor, e isso é o que eu fiz, e isso é o que você tem que fazer".

Em uma entrevista de 2016,o vocalista Rob Halford declarou sobre Faulkner: "Não podemos dizer o suficiente sobre Richie. Quero dizer, você sabe, é difícil condensar isso, mas se você asssitir ao concerto e apenas olhar para o carisma e energia de Richie e todas as coisas grandes que está saindo de suas mãos, é maravilhoso; realmente é. E, sim, quero dizer, ele é contagioso; os fãs lhe dirão isso. Uma vez que o show começa, ele está na beira do palco se conectando, e isso é uma coisa muito legal de se ter acontecido com Priest."

Faulkner e sua namorada Mariah Lynch, filha do ex-guitarrista do Dokken George Lynch, tiveram seu primeiro filho, uma menina, em julho de 2020.

O guitarrista Glenn Tipton, foi diagnosticado com Parkinson há sete anos — depois de ter sido atingido pela doença pelo menos meia década antes - mas anunciou no início de 2018 que ficaria de fora das atividades da turnê de Fire Power. Ele foi substituído pelo produtor do álbum, Andy Sneap, que também é conhecido por seu trabalho com as banda Hell e Sabbat. Tipton ocasionalmente se junta ao PRIEST no palco para seus encores, tocando Metal Gods, Breaking The Law e Living After Midnight.