Ronald Koeman não é mais o treinador do Barcelona

Ídolo como jogador, deixa o clube, após uma sequência de resultados negativos e muita pressão da torcida.

Ronald Koeman não é mais o treinador do Barcelona

O holandês Ronald Koeman não é mais treinador do Barcelona. A demissão foi confirmada depois da derrota para o Rayo Vallecano, por 1x0, nesta quarta-feira (27). Ídolo quando jogador do clube, tentou resgatar a tradição blaugrana de revelar, mas após perder Messi e Suárez, sua situação ficou insustentável e o trabalho cada vez mais difícil.

No comando do Barcelona, foram 63 jogos e apenas 37 vitórias. Após perder para o Real Madrid no final de semana, ele chegou a ter o carro cercado por torcedores e foi ameaçado. Ele chegou a balançar no fim da temporada e quase demitido, mas foi mantido. Vale lembrar que o clube está em uma grave crise financeira e passa por um momento delicado. Tanto que perdeu Messi, Suárez, Griezmann e Neymar nos últimos anos. Para conseguir disputar a Champions esta temporada, alguns jogadores toparam reduzir o salário, para que o clube não desrespeitasse a regra do Fair Play financeiro. Piqué, Busquets e Jordi Alba foram alguns dos jogadores que toparam a redução salarial.

Como treinador, Koeman é rodado. Treinou: Ajax, Vitesse, PSV e Feyenoord, na Holanda. E ainda passou sem sucesso por Benfica, de Portugal e Everton, da Inglaterra. Seu grande trabalho como treinador foi comandando o Southampton, da Inglaterra, onde conseguiu levar o time inglês para disputar competições europeias. Depois de deixar o Everton, ele assumiu a seleção holandesa e vinha comandando a renovação dos selecionáveis e da promissora geração que vem nos próximos anos. Porém, ele interrompeu o trabalho para treinar o Barcelona, clube em que é ídolo.

Ainda não é sabido, quem será o treinador do Barcelona, mas a missão não será nada fácil. Xavi Hernández, outro grande ídolo, aparece como um dos grandes nomes cotados. Ele atualmente trabalha no Al Sadd, do Catar.