Ronnie Wood, dos Rolling Stones, revela diagnóstico de câncer durante a pandemia

'Agora já passei por dois tratamentos contra o câncer. Já estou totalmente curado', disse o músico.

Ronnie Wood, dos Rolling Stones, revela diagnóstico de câncer durante a pandemia
Créditos: Victoria Will/Invision/AP

O guitarrista dos Rolling Stones, Ronnie Wood, revelou que foi diagnosticado com câncer pela segunda vez.

Em entrevista ao The Sun, Wood disse: "Eu tive câncer de duas maneiras diferentes. Tive câncer de pulmão em 2017 e agora tive essas células pequenas que lutei contra durante o último lockdown", declarou o músico. O carcinoma de células pequenas é um tipo raro e agressivo de câncer que ocorre com maior frequência nos pulmões.

“Agora já passei por dois tratamentos contra o câncer. Já estou totalmente curado", disse Ronnie em seu depoimento.

“Tenho passado por vários problemas, mas durante a minha recuperação eu me desprendi de tudo. A mágica acontece quando você deixa sua recuperação em função de forças superiores. O que tiver que ser, será. Não diz respeito a mim. Tudo o que posso fazer é manter o meu otimismo, me manter forte e deixar o resto para essas forças superiores”, afirmou o músico.

Ronnie culpou o tabagismo pelo seu diagóstico e comentou que "fumava de 25 a 30 cigarros por dia durante 50 anos". "Eu tive muita sorte, mas sempre tive um anjo da guarda muito forte cuidando de mim", disse Wood.

Desde então, ele tem frequentado grupos de Alcoólicos Anônimos e Narcóticos Anônimos para se manter longe do vício. O guitarrista parou de fumar em 2016, um ano antes de descobrir o primeiro câncer. "Estou com tudo limpo", comemorou. 

Wood, que também é artista visual, fez pinturas durante sua recuperação. “A arte foi imposta como terapia, principalmente por causa do lockdown, ela me ajudou a superar, me expressar e distrair”.