Suposto criador do Bitcoin ganha processo, mas pagará indenização de US$ 100 milhões

Craig Wright diz que o resultado foi positivo

Suposto criador do Bitcoin ganha processo, mas pagará indenização de US$ 100 milhões

Por: Jovem Nerd

Craig Wright, o homem que afirma ser Satoshi Nakamoto, o criador do Bitcoin, venceu um processo bilionário, mas terá que pagar uma indenização de US$ 100 milhões – algo que ele considera positivo.

A ação foi movida pela família de Dave Kleiman, falecido amigo de Wright, afirmando que ele ajudou na criação da criptomoeda e, por isso, teria direito a parte da fortuna estimada em 1,1 milhão de Bitcoins (algo em torno de US$ 55 bilhões).

O júri de Miami, no entanto, inocentou Craig Wright em quase todas as disputas, estipulando que ele precisa pagar “somente” US$ 100 milhões em indenização para a W&K Information Defense Research LLC, empreendimento conjunto formado por ele e Dave Kleiman.


Craig Wright, suposto criador do Bitcoin

Em entrevista para a CNN, Wright afirmou que considera o resultado positivo: “Esse foi um resultado extraordinariamente positivo e sinto que a justiça foi feita. Ainda há outras lutas. E vamos mudar tudo: criptomoedas para o dinheiro digital da forma que deve ser.”

Craig Wright reivindicou em 2016 ser o criador do Bitcoin, mas essa posição ainda é questionada por quem atua na área.

NerdCash: Bitcoin é moeda, colecionável ou investimento?
Segundo o Gizmodo, Wright prometeu que provaria sua identidade caso vencesse o processo, transferindo parte dos primeiros Bitcoins e doando uma boa quantia da criptomoeda para caridade. De acordo com seus advogados, o plano permanece.
 

Suposto criador do Bitcoin ganha processo, mas pagará indenização de US$ 100 milhões - NerdBunker (jovemnerd.com.br)